Menu
domingo, 16 de junho de 2024
Busca
Planejado
Caso de polícia

PF reitera único responsável por ataque a Bolsonaro e pede arquivamento de inquérito

A apresentação do relatório final atende a solicitações feitas pelo Ministério Público Federal

11 Jun 2024 - 11h18Por Redação/ Bonito Informa

A Polícia Federal reiterou a conclusão de que Adélio Bispo de Oliveira foi o único responsável pelo ataque ao então candidato à Presidência da República Jair Bolsonaro durante ato de campanha em Juiz de Fora (MG) em 2018.

Segundo o G1, a conclusão está em um relatório da PF elaborado após a retomada de investigações para apurar a suposta participação de outras pessoas no ataque com faca ao então candidato no dia 6 de setembro de 2018.

A corporação se manifestou pelo arquivamento do inquérito que investiga o caso. O envolvimento de outras pessoas foi descartado pelos investigadores. Adélio está internado no presídio federal de Campo Grande desde 2018.

Em comunicado divulgado à imprensa, a PF informou que, durante a investigação, cumpriu novos mandados de busca e apreensão para análise de equipamentos eletrônicos e documentos.

A apresentação do relatório final atende a solicitações feitas pelo Ministério Público Federal. Caberá à Justiça uma decisão pelo arquivamento ou pela continuidade do inquérito policial.

Em maio de 2020, a Polícia Federal já havia concluído que Adélio Bispo de Oliveira havia agido sozinho e que não foi identificada a existência de mandantes do crime.    

Advogado suspeito de ligação com organização criminosa

Segundo a Polícia Federal, nas investigações, os agentes identificaram uma suposta ligação de um dos advogados de Adélio com uma organização criminosa, o PCC.

Entretanto, os policiais não encontraram relação dessa organização criminosa com o atentado contra Bolsonaro.

"Comprovamos, sim, a vinculação desse advogado com o crime organizado [PCC], mas nenhuma vinculação desse advogado com a tentativa de homicídio do ex-presidente. Com isso, encerramos essa investigação. Apresentamos ao Poder Judiciário hoje [terça-feira] esse relatório sugerindo, em relação ao atentado, o arquivamento", afirmou o diretor-geral da PF, Andrei Rodrigues.

Leia Também

GMB captura 20 foragido da justiça no primeiro semestre de 2024 GMB em ação
GMB captura 20 foragido da justiça no primeiro semestre de 2024
Morador atacado com facão fica em estado grave e corre risco de perder braços em MS Grave
Morador atacado com facão fica em estado grave e corre risco de perder braços em MS
Brasileiro acaba preso por atropelar e matar mulher no Paraguai Caso de polícia
Brasileiro acaba preso por atropelar e matar mulher no Paraguai
Médico é afastado de hospital após agressão em pai de paciente em MS Caso de polícia
Médico é afastado de hospital após agressão em pai de paciente em MS
Ação rápida da GMB e PM prende dois indivíduos no Jardim Bom Viver.

ações GMB de e PM de Bonito MS
Ação rápida da GMB e PM prende dois indivíduos no Jardim Bom Viver.
Trabalhador morre soterrado durante construção de fossa em cidade de MS Trânsito
Trabalhador morre soterrado durante construção de fossa em cidade de MS
Atirador toca campainha, tenta matar morador e incendeia em MS Caso de polícia
Atirador toca campainha, tenta matar morador e incendeia em MS
Morto por ladrões, Devanir do Táxi era leal e respeitado em MS Triste
Morto por ladrões, Devanir do Táxi era leal e respeitado em MS
Morre traficante baleado em confronto com a polícia em MS Confronto
Morre traficante baleado em confronto com a polícia em MS
Pai e filha são procurados por mandar matar irmãos em MS Caso de polícia
Pai e filha são procurados por mandar matar irmãos em MS
Bonito Informa
Avenida 09 de Julho 2135 - Centro - Bonito/MS/MS
(67) 99638-6610rogerio@bonitoinforma.com.br
© Bonito Informa. Todos os Direitos Reservados.