Menu
sexta, 1 de março de 2024
Busca
BANNER IRMÃO FÁBIO
Confronto

Suspeito de espancar esposa toma arma de policial e é morto a tiros em condomínio de MS

A mulher pediu por socorro, afirmando que ouviu a briga e que a filha corria risco

30 Nov 2023 - 08h22Por Redação/ Bonito Informa

Um homem de 31 anos, identificado apenas pelo primeiro nome, Jean, suspeito de agredir a esposa, foi morto durante ocorrência do Batalhão de Choque da Polícia Militar, na madrugada desta quinta-feira (30), no condomínio que fica no Jardim Canguru, em Campo Grande.

Segundo o Campo Grande News, ele chegou a tomar a arma de um dos militares e mirou contra a equipe, que revidou e o acertou.

A equipe do BPChoque foi informada sobre denúncia de violência doméstica no condomínio, envolvendo um homem que era foragido da Justiça e estava armado com uma faca. Então, no local, os militares foram atendidos pela mãe da vítima de agressão.

A mulher pediu por socorro, afirmando que ouviu a briga e que a filha corria risco.

Os militares informam que se aproximaram da porta e ouviram discussão do casal. Quando Jean disse "eu vou te matar", arrombaram o local e encontraram o suspeito "completamente perturbado como se estivesse usado algum tipo de estimulante", diz o boletim.

A mulher estava no cômodo e foi orientada a ir para o quarto com os três filhos pequenos.

Jean continuou perto de uma faca, dizendo que não sairia vivo da casa, pois não voltaria para a prisão. Foi então que o suspeito pegou uma serra e começou a cortar a tela de proteção da janela, afirmando que iria pular. A esposa ouviu e foi até o cômodo para evitar que ele pulasse, mas foi contida por um dos policiais.

Foi nesse momento que Jean conseguiu tomar a arma de um dos militares, que entrou em luta para desarmá-lo. Quando o suspeito conseguiu apontar a arma, segundo registro da ocorrência, os outros militares revidaram e o atingiram.

Mesmo caído, ele ainda tentou disparar e foi atingido por mais um tiro. Como apresentava sinais vitais, os policiais o socorreram até a UPA (Unidade de Pronto Atendimento) do Bairro Universitário, onde o óbito foi constatado.

A PM informou que na casa havia vários móveis quebrados, marcas de sangue, serra e a faca que Jean utilizou para ameaçar a esposa. A mãe da vítima contou que Jean estava usando drogas, frequentemente brigava com a esposa e ameaçava de morte. A esposa do suspeito também foi socorrida com lesões leves após ser agredida por Jean.

O caso foi registrado na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) do Cepol, em Campo Grande. As armas dos policiais envolvidos foram apreendidas, a fim de procedimento investigativo sobre a ocorrência.

Deixe seu Comentário

Leia Também

 O Corpo de Bombeiros foi acionado e atendeu a vítima com múltiplas fraturas, Triste
Jovem com moto de alta cilindrada bate em guard rail e morre em MS
A perícia verificou que Patrick foi atingido por três tiros, na região do pescoço, abdômen e na mão esquerda Sob investigação
Jovem morto estava com 'cabeça a prêmio' em Mato Grosso do Sul
O acusado foi levado para a Delegacia de Polícia Civil Caso de polícia
Polícia Militar recupera produtos furtados e prende ladrão em Bodoquena
A vítima encontrava-se jantando quando engasgou com pedaços de carne Triste
Idoso morre engasgado com carne enquanto jantava com família em MS
Não há informações de como o fogo começou Caso de polícia
Carro fica destruído após pegar fogo em Mato Grosso do Sul
Ações GMB
Procurado pela justiça é preso na área central.
A Polícia Civil apurou que o suspeito perseguia a menor nas ocasiões em que ela estava sozinha pelas ruas da cidade Caso de polícia
Homem que perseguia e estuprava menina por 3 anos é preso em flagrante em MS
 homem foi até a casa da mulher, na tarde desta segunda-feira Caso de polícia
Homem não aceita fim do relacionamento e tenta matar a ex a facadas em Mato Grosso do Sul
A polícia está investigando o caso como tentativa de homicídio Caso de polícia
Carro tenta atropelar amigos e um é esfaqueado ao discutir com ocupantes em MS
Homicídio
Marido ciumento briga com esposa e mata rival ao ver que fila andou em MS