Menu
tera, 3 de agosto de 2021
Busca
BONITO AGUAS DE BONITO JUNHO
Menos Energia

Horário de verão evitará gasto de R$ 4,6 bilhões

17 Out 2013 - 07h57Por Agência Brasil

A adoção do horário de verão no período 2013-2014 representará uma economia de R$ 4,6 bilhões em investimentos que deixarão de ser feitos em geração e transmissão de energia, e de R$ 400 milhões sem o acionamento de usinas térmicas. A estimativa do governo federal foi anunciada hoje (16) pelo secretário de Energia Elétrica do Ministério de Minas e Energia, Ildo Grüdtner.

No horário de pico, entre as 18h e as 21h, a redução na demanda será 2.065 megawatts (MW) no sistema das regiões Sudeste/Centro-Oeste. Na Região Sul, a redução será 630 MW. Nos dois sistemas, que abrangem as três regiões, a redução da demanda nos horários de pico ficará entre 4,5% e 5%, enquanto a redução de consumo geral do sistema será em média 0,5%.

O horário de verão – que terá início à zero hora do próximo domingo (20) e terminará à zero hora do dia 16 de fevereiro – será adotado no Rio Grande do Sul, em Santa Catarina, no Paraná, em São Paulo, no Rio de Janeiro, no Espírito Santo, em Minas Gerais, em Goiás, em Mato Grosso, em Mato Grosso do Sul e no Distrito Federal.

Segundo Grüdtner, a medida possibilita melhor aproveitamento da luz solar. ”Com isso, evita-se investimento em geração e transmissão, [custo] que iria para a tarifa, e o acionamento de usinas térmicas para suprir o consumo de energia”, disse o secretário. "Não é o governo que economiza [com o horário de verão]. É a sociedade. Em termos de geração evitada, serão cerca de R$ 400 milhões [a serem economizados]; e em termos de investimentos, R$ 4,6 bilhões.”

No Brasil, o horário de verão foi instituído pela primeira vez no verão de 1931/1932 pelo então presidente Getúlio Vargas. A medida é adotada sempre nesta época do ano, quando os dias são mais longos por causa da posição da Terra em relação ao Sol. No fim do ano, há também um aumento na demanda por energia, resultante do calor e do crescimento da produção industrial devido ao Natal.

Na última temporada (2012/2013), o horário de verão gerou economia de 4,5% no período de pico nos estados em que foi adotado.

Deixe seu Comentário

Leia Também

FUNTRAB BORA TRABALHAR
BORA TRABALHAR: Semana começa com 1,3 mil vagas de empregos em 28 cidades de MS
Ministro Bento Albuquerque, governador Reinaldo Azambuja e demais autoridades participaram da inauguração a usina termelétrica William Arjona (Foto: Saul Schramm) AÇÕES DO GOVERNO DE MS
Investimentos de R$ 4 bilhões na geração de energia em MS vão criar 15 mil empregos
AÇÕES DO GOVERNO DE MS
Com apoio do Governo do Estado, usina de etanol vai gerar 150 empregos diretos e 2 mil indiretos
(Imagem: Reprodução/Google) BONITO - MS - PAGODE
Prefeitura deposita salário dos servidores municipais nesta sexta-feira em Bonito (MS)
AÇÕES DO GOVERNO DE MS
Servidores de MS recebem neste fim de semana; folha de julho injeta R$ 408 milhões na economia
FOTO: Assessoria de Comunicação do SEEBCG-MS OPORTUNIDADE DE EMPREGO
Com vagas em BONITO, Banco do Brasil prorroga inscrições de concurso para 4.480 vagas
ENERGIA SOLAR NO PANTANAL
Ilumina Pantanal promove desenvolvimento, dinamiza turismo e valoriza o pantaneiro, diz Reinaldo
TURISMO - AUXÍLIO
Auxílio de R$ 1.000 do Incentiva+MS Turismo, veja como fazer o cadastro e ficar ligado no prazo
PANTANAL - ENERGIA SOLAR ENERGIA SOLAR NO PANTANAL
Governador e ministro visitam projeto para levar energia solar a mais de 2 mil famílias no Pantanal
Foto: @visitmsoficial/Alexis Prappas MS - A RETOMADA
Inscrições para auxílio de R$ 1 mil reais do Programa 'Incentiva+MS Turismo' vai até dia 08 em MS