Menu
mutantes
sbado, 23 de fevereiro de 2019
Busca
ITALÍNEA DOURADOS

Operadoras de celular atrasam respostas de 92,7 mil reclamações

19 Mar 2011 - 12h49Por Folha.com

As operadoras de celular começaram o ano devendo respostas de pelo menos 92,7 mil reclamações no país.

Em janeiro, esse era o número de contatos de usuários que não haviam sido respondidos pelas empresas em menos de dez dias. O programa de qualidade da Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) estabelece cinco dias como o prazo ideal para as respostas.

De acordo com a agência, quando a reclamação fica sem retorno por mais de dez dias, as empresas respondem a um processo administrativo que pode resultar em uma advertência ou até em uma multa de R$ 50 milhões.

No topo do ranking das empresas mais lentas, está a CTBC, de acordo com levantamento feito pela Folha com base em relatórios da Anatel. Em seguida, estão Claro e Oi.

O número de solicitações sem resposta por mais de dez dias na CTBC (que atende Minas, São Paulo e Mato Grosso do Sul) no final de janeiro, era de 83,1 mil. A Claro aparece com com 4.400 questões sem retorno, seguida da Oi, com 4.300 mil.

A Vivo e a Tim não possuíam no mês reclamações com respostas atrasadas por mais de dez dias.

O total de respostas atrasadas é o maior dos últimos 12 meses. Em janeiro de 2010, eram 39,1 mil.

Os dados dos relatórios são repassados pelas próprias operadoras. A agência afirma que cada empresa é responsável por contratar uma auditoria para fiscalizar os números e que, quando necessário, checa os dados.

A Anatel no entanto, não tem informações de quantas multas emitiu para cada operadora e por qual motivo.

O secretário-geral da ONG Instituto Brasileiro de Política e Direito do Consumidor e ex-integrante do conselho consultivo da Anatel, Walter Moura, considera "alarmantes" os índices, já que um decreto de 2008 regulamentou os Serviços de Atendimento ao Consumidor.

"É uma situação extrema e justificaria medidas mais drásticas", afirma.

O problema, segundo Moura, é que as operadoras podem fazer dezenas de pedidos de reconsideração.

OUTRO LADO

A Anatel não comentou a crítica do ex-membro do conselho consultivo.

Procurada, a Claro afirmou, via assessoria, que tem melhorado seus índices tanto nas avaliações da Anatel quanto do Procon.

A Algar Telecom, detentora da marca CTBC, afirmou que reuniões diárias avaliam as demandas dos clientes e que uma pesquisa realizada no ano passado apontou que 78% de seus usuários estão satisfeitos com os serviços.

A Oi afirma que o número de respostas fora do prazo representa um percentual pequeno se comparado ao total de interações da operadora com os clientes.

Deixe seu Comentário

Leia Também

FATALIDADE
Morador em MS morre após pneu de caminhão que o mesmo estava calibrando estourar
BONITO - MS - AÇÃO POLICIAL
Polícia Militar de BONITO prende traficante com mais de 10kg de maconha
POLÍCIA
Três vão presos e caminhonete lotada de maconha é apreendida na MS-060
GERAL
Transição torna aposentadoria pelo teto do INSS quase inacessível
BONITO - MS - FURTO DE MUDAS DA CICLOVIA
Prefeitura pede colaboração da população para evitar o furto de mudas na ciclovia em Bonito (MS)
POLÍCIA
Indígena é assassinada pelo ex-marido em MS
MUDANÇA
Cota zero começa a valer em 2020 nos rios de Mato Grosso do Sul
CIDADES
Carregado com bovinos, caminhão tomba e animais ficam soltos em via
PRODUTIVIDADE
Maior exportador de tilápia do País, MS eleva produção
EMPREGOS E CONCURSOS
Secretária de Educação aprova e reconhece novos cursos técnicos em 10 cidades de MS