Menu
ASSOMASUL MARÇO
tera, 23 de abril de 2019
mutantes
Busca
ÁGUAS DE BONITO

Chuva afeta 60 mil e causa sérios prejuízos em 13 cidades de MS

9 Mar 2011 - 16h38Por Midiamax

Com uma trégua nas chuvas até o começo da tarde, nesta quarta-feira (9) de cinzas moradores de 13 municípios sul-mato-grossenses estão contando os prejuízos. Desde o começo do mês chove com intensidade acima da média no Estado e mais de 60 mil pessoas já foram afetadas pelas águas, segundo a DC (Defesa Civil).

O Governo do Estado, que até a publicação deste material não havia se pronunciado oficialmente sobre a situação das cidades afetadas pela chuva, disse durante o feriado que aguardaria um relatório da Defesa Civil. Há informações, não confirmadas, de que o governador receberia nesta tarde o coronel Ociel Ortiz Elias, coordenador estadual da DC.

Inundações e isolamentos

As cidades que ficam às margens de rios foram as mais castigadas, e diversas comunidades rurais estão isoladas após as águas levarem pontes e danificarem estradas. Não houve registro de mortes, segundo os dados oficiais do Corpo de Bombeiros. A Defesa Civil ainda está organizando os dados para estimar os danos.

Até esta quarta, 13 cidades estão na lista dos municípios prejudicados pelas chuvas. Aquidauana, Anastácio, Coxim e Paranaíba já decretaram estado de emergência. Dois Irmãos do Buriti, Rio Verde, Bandeirantes, São Gabriel do Oeste, e Sidrolândia já anunciaram que devem fazer o mesmo nos próximos dias. Além disso, estão afetadas as cidades de Miranda, Corumbá, Ribas do Rio Pardo e Camapuã.

Economicamente, os muncípios mais prejudicados devem ser São Gabriel do Oeste, Rio Brilhante, Maracaju e Sidrolândia, nos quais o excesso de chuvas já atrapalha a colheita da soja e pode afetar os resultados finais da safra.

Na capital, Campo Grande, mesmo sem desabrigados, o prefeito Nelsinho Trad já calcula os danos e disse que os consertos começam imediatamente. A cidade inteira tem marcas das chuvas fortes com problemas no asfalto, estragos nas redes de captação de água e crateras nos bairros sem asfaltamento.

Deixe seu Comentário

Leia Também

CIDADES
Dias Toffoli chama para conciliação com indígenas e revolta sitiantes
POLÍTICA
Deputado quer proibir sátira de imagens cristãs em manifestações de MS
COTIDIANO
Amigos lamentam falecimento de Rubens Catenacci, referência na pecuária brasileira
TURISMO
Boletim comparativo de alta temporada do ObservaturMS mostra crescimento no fluxo turístico
GERAL
MPT investiga demissão de funcionários da Mabel sem aviso prévio em MS
EDUCAÇÃO
Governo de MS divulga inscrições para Vale Universidade Indígena
MEIO AMBIENTE
Desmatamento prossegue em Rio Verde, mas com nova faixa de preservação
POLÍCIA
Traficante foge e abandona picape com mais de 800 kg de maconha
POLÍTICA
Prefeita de Miranda continua no comando até ser notificada de cassação
EMPREGOS E CONCURSOS
Prefeitura abre seletiva com 34 vagas e salários de até R$ 1,7 mil em MS