Menu
BANNER ANNA
domingo, 9 de agosto de 2020
Busca
BANNER ECO TOUR
PANDEMIA NO MS

Comitê defende fechamento de shoppings, academias e feiras em MS

Comitê defende fechamento de shoppings, academias e feiras em MS

24 Jul 2020 - 09h17Por Dourados Agora

O Comitê Estadual de Monitoramento ao novo coronavírus em Mato Grosso do Sul recomenda o fechamento de atividades consideradas não essenciais para para barrar a transmissão do vírus no Estado.

Conforme publicado no Diário Oficial desta quinta-feira (23), documento do Comitê lista atividades por faixa de risco, independente da quantidade de casos por cidade em Mato Grosso do Sul.

As atividades consideradas não recomendadas são eventos culturais, esportivos e de lazer; festividades e celebrações; velórios; cursos e capacitações presenciais, biblioteca e museus, teatros, cinemas, arenas e espaço de eventos fechados; shoppings; parques públicos, feiras livres, feiras de negócios e exposições e práticas coletivas de atividade ao ar livre.

A deliberação traz como serviços não essenciais (que não têm necessidade de estar em funcionamento) de alto risco as academias; clubes sociais; serviços da cadeia do turismo; boliche, sinuca e similares e jogos eletrônicos, visitação em atrações turísticas, culturais e esportivas em espaço aberto; cabelereiro, barbearia, salões de beleza e afins; educação dos níveis fundamentais e médio, em formato presencial; educação de nível superior e pós-graduação, em formato presencial; além de áreas comuns de condomínios.

Risco menor

Como atividades e serviços considerados não essenciais de baixo risco constam representação comercial de todos os tipos; serviços de ambulantes;. profissionais liberais; hotéis, motéis, albergues, hostel, apart-hotel e outros alojamentos.

Já atividades e serviços não essenciais de médio risco são os comércios atacadistas, varejistas, bares, conveniências, restaurantes, cantinas e afins; atividades religiosas presenciais; prestação de serviços; marketing direto; decoração e design de interiores; pet shop e alojamento de animais; cinemas em espaço aberto e prática individuais de atividade ao ar livre.

Essenciais

Confira a lista dos essenciais classificados pelo Comitê:

1.1. Assistência à saúde, incluídos serviços médicos, odontológicos (somente urgência e emergência), fisioterapêuticos e terapeutas ocupacionais e hospitalares;
1.2. Assistência social a vulneráveis;
1.3. Segurança pública e privada;
1.4. Defesa civil;
1.5. Transporte e entrega de cargas;
1.6. Transporte coletivo intermunicipal de passageiros;
1.7. Transporte de passageiros por táxi ou aplicativo;
1.8. Coleta de lixo;
1.9. Transporte coletivo;
1.10. Telecomunicações e internet;
1.11. Serviço de call center;
1.12. Abastecimento de água;
1.13. Esgoto e resíduos;
1.14. Geração, transmissão e distribuição energia elétrica;
1.15. Produção, transporte e distribuição de gás natural;
1.16. Iluminação pública;
1.17. Indústria e comércio de produtos de saúde, higiene, alimentos e bebidas;
1.18. Serviços funerários;
1.19. Atividades com substâncias radioativas e materiais nucleares;
1.20. Vigilância e certificações sanitárias e fitossanitárias;
1.21. Prevenção, controle e erradicação de pragas dos vegetais e de doença dos animais;
1.22. Inspeção de alimentos, produtos e derivados de origem animal e vegetal;
1.23. Vigilância agropecuária;
1.24. Controle e fiscalização de tráfego aéreo, aquático ou terrestre;
1.25. Serviços de pagamento, de crédito e de saque e aporte prestados;
1.26. Tecnologia da informação e data center para suporte das atividades essenciais;
1.27. Fiscalização tributária e aduaneira;
1.28. Transporte de numerários;
1.29. Mercado de capitais e seguros;
1.30. Fiscalização ambiental;
1.31. Produção, distribuição e comercialização de combustíveis e derivados;
1.32. Monitoramento de construções e barragens;
1.33. Geologia (alerta de riscos naturais e de cheias e inundações);
1.34. Atividades agropecuárias, incluindo serviços de produção pecuária e cultivos lavouras temporárias e permanentes;
1.35. Serviços mecânicos em geral;
1.36. Comércio de peças para veículos de toda natureza;
1.37. Serviços editoriais, jornalísticos, publicitários e de comunicação em geral;
1.38. Centrais de abastecimentos de alimentos;
1.39. Manutenção, instalação e reparos de máquinas, equipamentos, aparelhos e objetos de atividades essenciais e de baixo risco;
1.40. Serviços de entrega de alimentos, produtos de higiene e medicamentos;
1.41. Construção civil, montagens metálicas e serviços de infraestrutura em geral;
1.42. Serviços delivery em geral;
1.43. Drive Thru para alimentos e medicamentos;
1.44. Frigoríficos, curtumes, produção de artefatos de couro;
1.45. Extração mineral;
1.46. Industria têxtil e confecções;
1.47. Serrarias, marcenarias, produção de papel e celulose;
1.48. Industrialização e distribuição de produtos à base de petróleo;
1.49. Indústrias do segmento de plástico e embalagens;
1.50. Produção de cimento, cerâmica, artefatos de concreto;
1.51. Indústria metalúrgica;
1.52. Indústria química;
1.53. Consultorias, serviços contábeis e advocatícios, imobiliária e corretagem em geral;
1.54. Serviços de engenharia, agronomia e atividades científicas e técnicas;
1.55. Usinas e destilarias de álcool e açúcar;
1.56. Serviços cartoriais;
1.57. Atividades da Justiça Eleitoral, incluídas a preparação e a realização dos pleitos

Deixe seu Comentário

Leia Também

A SAUDADE NO DIA DOS PAIS
Oi, Pai! Tudo bem?, a saudade e o aperto no coração que vem das redes sociais no Dia dos Pais
O reumatologista Renaud Frazão recebeu visita da filha e da neta no dia do seu aniversário CORONAVÍRUS NO BRASIL
Médico com covid está há mais de 115 dias na UTI
CORONAVÍRUS NO MS
Geraldo Resende confirma 101% de taxa de ocupação de UTIs na Macrorregião de Campo Grande
COVID-19 NO MS
No dia em que MS ultrapassa marca de 500 óbitos, ato de amor aos pais é respeitar isolamento social
VÍTIMA DE COVID-19 EM MS
Vice-prefeita morre com coronavírus em MS
CORONAVÍRUS NO MS
Forças policiais e Saúde promovem blitz pelas ruas e comércios neste sábado em Bonito (MS)
Turismo seguro
Em Bonito: 112 pessoas já foram curadas da covid-19; prefeitura intensifica ações na cidade
VEM TODO MUNDO
Bonito MS, um destino de viagem imperdível pertinho de você!
COVID-19
MAIS SEIS: em 4 dias Bonito confirma 28 novos casos de covid-19
Valdinei trabalhava no Hospital Regional - Foto: Reprodução LUTO NA LINHA DE FRENTE
Aos 43 anos, enfermeiro da linha de frente é mais uma vítima da Covid-19 em MS