Menu
sábado, 20 de julho de 2024
Busca
Planejado
Política

Lula quer cortar imposto só da 'carne que o povo consome'

Lula disse ainda que não sabe se a ideia passaria no Congresso e que a proposta do governo não é irrevogável, ela pode mudar

2 Jul 2024 - 15h14Por Redação/ Bonito Informa

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse nesta terça-feira (2) que o país inclua na cesta básica apenas cortes específicos de carne, levando em consideração o que as populações mais pobres consomem.

De acordo com o G1, o pronunciamento foi feito em Salvador.

"Eu sou favorável [às carnes na cesta básica]. Já conversei isso com Haddad, já conversei isso com Galípolo, já conversei com pessoal do Tesouro", disse Lula em entrevista à rádio Sociedade, de Salvador (BA).

A lista de produtos que farão parte da cesta básica – e com isso, terão imposto menor ou até zerado – é discutida na regulamentação da reforma tributária, aprovada em 2023 pelo Congresso. A inclusão do frango e da carne bovina na lista será debatida pelo governo e pelos parlamentares.

"Eu acho que temos que fazer diferenciação. Você tem vários tipos de carne, tem carne chique, de primeiríssima qualidade, que o cara que consome pode pagar um impostozinho. Agora, você tem outro tipo de carne, que é a carne que o povo consome. Frango, por exemplo, não precisa ter imposto. Frango faz parte do dia a dia do povo brasileiro, ovo faz parte do dia a dia. Uma carne, sabe, um músculo, um acém, coxão mole, tudo isso pode ser evitado", seguiu Lula.

"Eu acho que a gente precisa colocar a carne na cesta básica, sim, sem que haja imposto. Você pode separar a carne, você pode selecionar a carne. Vai comprar coisa importada, chique, tem que pagar imposto", adicionou.

Lula disse ainda que não sabe se a ideia passaria no Congresso – e que "a proposta do governo não é irrevogável, ela pode mudar".

"Eu acho que é uma sensibilidade da parte do pessoal que está trabalhando a política tributária, se não for para toda a carne, para um tipo de carne sem imposto", concluiu.

Fiscalização seria impossível, diz Fazenda

A ideia de Lula, se aplicada, pode tornar a fiscalização da Receita Federal inviável.

A análise é do diretor de programa da Secretaria Extraordinária da Reforma Tributária do Ministério da Fazenda, Rodrigo Orair. Ele falou sobre o tema em abril, ao anunciar a proposta do governo e dos estados para a regulamentação da reforma tributária.

Segundo Orair, "do ponto de vista operacional, não dá para o fiscal da Receita fiscalizar” qual tipo de carne está em cada pacote comercializado. Ou seja: o ideal é a taxação ser uniforme.

    “Divide o boi no meio e em quartos. Só tem o quarto dianteiro e o quarto traseiro. Geralmente, carnes nobres estão no quarto traseiro. Tem estados que todos chegaram lá e os bois eram bípedes, só tinha quarto dianteiro. Do ponto de vista operacional, não dá para o fiscal da receita fiscalizar. A picanha, se cortar dessa veia para frente, é picanha, para trás é coxão. Sabe que é carne bovina, suína, peixes. Entre os peixes dá, porque é espécie”, declarou Orair, à ocasião.

Naquele momento, ele também disse que, quem consome o grosso de proteína aninal, as carnes bovinas, são “majoritariamente” os mais ricos. “É impactante”, acrescentou.

Segundo ele, os mais pobres consomem, principalmente, “miudezas” e “carne de segunda”. “Exceção é o frango, carne de peixe um pouquinho, caprinos e ovinos”, disse, em abril.

 

Leia Também

Balanço 2024: Paulo Corrêa elenca desafios e continuidade das modernizações na ALEMS Destaque
Balanço 2024: Paulo Corrêa elenca desafios e continuidade das modernizações na ALEMS
Investimento e geração de empregos: empresa realiza pesquisa para identificar gás natural em MS Destaque
Investimento e geração de empregos: empresa realiza pesquisa para identificar gás natural em MS
Governo de MS anuncia investimentos para impulsionar a prática do skate no Estado Investimento
Governo de MS anuncia investimentos para impulsionar a prática do skate no Estado
Paulo Corrêa propõe e Festa Pantaneta é incluída no calendário oficial de eventos de MS Destaque
Paulo Corrêa propõe e Festa Pantaneta é incluída no calendário oficial de eventos de MS
Propaganda eleitoral nas ruas começa em agosto; confira o que pode ou não fazer Atenção população
Propaganda eleitoral nas ruas começa em agosto; confira o que pode ou não fazer
Donald Trump conta por que pediu para pegar sapatos logo após atentado Candidato presidencial
Donald Trump conta por que pediu para pegar sapatos logo após atentado
Governo faz avaliação e Jogo do Tigrinho' pode ser liberado no Brasil Sob Análise
Governo faz avaliação e Jogo do Tigrinho' pode ser liberado no Brasil
Propostas de edital de R$ 7 milhões para o fomento ao esporte estão em análise Investimento
Propostas de edital de R$ 7 milhões para o fomento ao esporte estão em análise
Nova versão do projeto da Reforma Tributária reduz imposto sobre remédios Política
Nova versão do projeto da Reforma Tributária reduz imposto sobre remédios
Por proposição de Paulo Corrêa e Gleice Jane, nordestinos recebem Comenda Asa Branca Destaque
Por proposição de Paulo Corrêa e Gleice Jane, nordestinos recebem Comenda Asa Branca
Bonito Informa
Avenida 09 de Julho 2135 - Centro - Bonito/MS/MS
(67) 99638-6610rogerio@bonitoinforma.com.br
© Bonito Informa. Todos os Direitos Reservados.