Menu
quinta, 13 de junho de 2024
Busca
BANNER IRMÃO FÁBIO
BONITO - TAXA

ENTENDA: Taxa de conservação ambiental visa garantir a longevidade do turismo em Bonito

25 Nov 2022 - 13h14Por Correio do Estado

Como forma de garantir a preservação dos recursos naturais, Bonito irá cobrar uma taxa de conservação ambiental dos turistas. Isso foi pensado com o objetivo de garantir que o município tenha recursos para viabilizar projetos que atendam as demandas do ecoturismo.

A medida foi pensada em conjunto, entre a Secretaria Municipal de Meio Ambiente e a Secretaria Municipal de Turismo, visto que, o município não possuía nenhum recurso específico com foco voltado para a conservação ambiental.

Em conversa com o Correio do Estado, a Secretária Municipal de Meio Ambiente de Bonito, Ana Trevelin, destacou a importância de garantir a execução mais eficiente de políticas públicas municipais de gestão ambiental. 

“O fato é que a gente precisa de muito investimento em política pública de meio ambiente no município. Desde a área de gestão de resíduos sólidos, a área de conservação de córregos urbanos. Tem muitos rios que são extremamente importantes para nós e que precisam de investimento para sua proteção”, afirma. 

Sobre a preservação da natureza, a secretária entende que é algo que não pode ficar esperando. “A gente entende que são necessidades que não dá pra ficar adiando. Se a gente não cuidar da natureza na nossa cidade, inviabiliza a longevidade da atividade turística aqui. Essa decisão é um sonho antigo, é uma necessidade antiga. Sempre discutimos isso no Conselho Municipal de Meio Ambiente sobre a importância desses recursos”, comenta. 

Em relação aos impactos negativos que isso pode vir causar no número de turistas, o Diretor Municipal de Turismo, Elias Oliveira, acredita que não vai ser afetado.

"A gente acredita que não vai impactar, pois o visitante que se propõe a fazer turismo na natureza ele é um turista consciente, sabe da importância dessa contribuição para a manutenção do sistema. Tanto que outros destinos de turismo também cobram essas taxas ambientais, justamente por causa do impacto que aquela visitação traz para o sistema", enfatiza. 

Entenda 

A Taxa de Conservação Ambiental foi aprovada na Câmara de Vereadores de Bonito, em dezembro de 2021, mas precisou de quase um ano para ser instrumentalizada e colocada em vigor.

A partir de 12 de dezembro, o turista que visitar Bonito vai pagar uma taxa de R$7 reais por dia no momento que contratar algum tipo de passeio.

A taxa será cobrada apenas para os dias em que o visitante estiver realizando alguma atividade em atrativos turísticos. Ou seja, caso queira ficar o dia no hotel ou passeando pela cidade não haverá custos. Será cobrada mediante o cadastro do visitante junto ao sistema de reservas dos passeios, onde será gerado um QRCode para pagamento via PIX. 

Após o pagamento é emitido um localizador que será informado à agência para que ela possa liberar a emissão do voucher do passeio. 

Foi criada uma conta específica para a arrecadação e o gerenciamento ficará a cargo da Secretaria Municipal de Meio Ambiente. 

Do total arrecadado, 20% será revertido em assistência médica e seguro para os visitantes e 80% voltado para a preservação ambiental. 

“Temos uma população de 25 mil habitantes e quando chega em períodos de alta temporada o aumento do fluxo de turismo também aumenta todas as demandas em relação a preservação e conservação. A gente precisa tomar algumas ações a longo prazo, não pode pensar só no curto prazo. Tem que pensar no futuro”, afirma Elias Oliveira. 

A exemplo de outros destinos turísticos nacionais como Fernando de Noronha (PE), Bombinhas (SC) e Ilha Bela (SP), ficou decidido que era necessário investimentos maiores e estratégicos para garantir a longevidade do turismo através de ações voltadas à infraestrutura técnica, equipamentos e investimentos para proteção e conservação dos córregos urbanos, rios cênicos, melhoria na gestão de resíduos sólidos urbanos, educação ambiental e arborização urbana. 

Leia Também

Paulo Corrêa articula e Energisa amplia rede do distrito de Nova Itamarati, em Ponta Porã Destaque
Paulo Corrêa articula e Energisa amplia rede do distrito de Nova Itamarati, em Ponta Porã
Audiência Pública da Saúde acontece nesta quarta-feira Atenção população
Audiência Pública da Saúde acontece nesta quarta-feira
Governo do Estado nomeia 116 aprovados no concurso público da Secretaria de Saúde Oportunidades
Governo do Estado nomeia 116 aprovados no concurso público da Secretaria de Saúde
Em Aquidauana, Paulo Corrêa ressalta a força e os resultados do municipalismo em MS Destaque
Em Aquidauana, Paulo Corrêa ressalta a força e os resultados do municipalismo em MS
Parque da Lagoa Comprida de Aquidauana será revitalizado Investimento
Parque da Lagoa Comprida de Aquidauana será revitalizado
Sancionada lei que assegura ao consumidor informações sobre serviços bancários gratuitos Novidade
Sancionada lei que assegura ao consumidor informações sobre serviços bancários gratuitos
Lula realiza reunião com reitores no Palácio do Planalto e anuncia R$ 5,5 bi em investimentos Greve
Lula realiza reunião com reitores no Palácio do Planalto e anuncia R$ 5,5 bi em investimentos
Emenda de Paulo Corrêa garante atendimentos do FAF e do centro de equoterapia da PMMS Política
Emenda de Paulo Corrêa garante atendimentos do FAF e do centro de equoterapia da PMMS
Pecuária sul-mato-grossense busca na genética formas de aumentar a produtividade da carne Investimento
Pecuária sul-mato-grossense busca na genética formas de aumentar a produtividade da carne
Na FIEMS, Paulo Corrêa discute educação e novas oportunidades no mercado de trabalho Política
Na FIEMS, Paulo Corrêa discute educação e novas oportunidades no mercado de trabalho
Bonito Informa
Avenida 09 de Julho 2135 - Centro - Bonito/MS/MS
(67) 99638-6610rogerio@bonitoinforma.com.br
© Bonito Informa. Todos os Direitos Reservados.