Menu
sbado, 25 de setembro de 2021
Busca
BONITO AGUAS DE BONITO JUNHO
PRESSÃO NO CONGRESSO

Bancada de MS em peso pressiona contra medida que soltou Lula; petista é isolado

Bancada de MS em peso pressiona contra medida que soltou Lula; petista é isolado

17 Nov 2019 - 11h49Por Rayani Santa Cruz - Top Mídia News

Desde a soltura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, por causa de decisão do STF (Supremo Tribunal Federal) a favor da liberação da prisão em segunda instância, deputados e senadores do Mato Grosso do Sul condenaram a ação e estão em polvorosa.

Os tucanos deputados Beto Pereira, Rose Modesto e Bia Cavassa se manifestaram a favor da prisão em segunda instância nas redes sociais e disseram que votarão a favor da PEC (Proposta de Emenda Constitucional) proposta na Câmara Federal.

“É necessário votar de forma célere a PEC que garanta a prisão. Essa é a resposta que a Câmara pode dar neste momento”, diz o deputado Beto Pereira.

Rose também quer rapidez na votação. “Só assim combatemos a impunidade e a corrupção. Não podemos aceitar que prevaleça a velha postura dos condenados ficarem por anos recorrendo das decisões judiciais e nunca irem para a cadeia”. 

A corumbaense Bia Cavassa disponibilizou uma página em site oficial para eleitores publicarem suas opiniões.

Deputados Loester Trutis e Luiz Ovando, ambos PSL, ficaram a favor da PEC até por questões ideológicas. 

PEC com Alternativa

Deputado Fábio Trad (PSD) também é a favor da PEC e defende a alternativa, desde que não viole a cláusula pétrea da presunção de inocência (inciso 57 do artigo 5º da Constituição). “Por meio da modificação dos artigos 102 e 105 da Constituição Federal, transformando recurso especial e recurso extraordinário em ações autônomas. Basta fazer com que os tribunais regionais sejam valorizados e, a partir da segunda instância, transite em julgado. Assim, a execução da pena já terá legitimidade para ser implementada e não haverá violação ao princípio da presunção de inocência. Porque o recurso especial e o recurso extraordinário irão desparecer. Eles serão transformados em ações autônomas”, explicou. 

Dagoberto Nogueira (PDT) também quer um texto mais elaborado. "Sou favorável à prisão em segunda instância, mas não concordo com a maneira atabalhoada como estão conduzindo o processo de votação na CCJ".

Contra

Dentre os deputados de MS, Vander Loubet (PT) está solitário e é o único contrário à PEC. Ele teme que instituições sejam atingidas em desmonte do estado democrático de direito. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

AÇÕES DO GOVERNO DE MS
Pavimentação de rodovia interligando os pantanais coloca Rio Verde no cenário nacional do turismo
RETOMADA DO TURISMO EM MS
Fundtur recebe inscrições no Programa "Incentiva+MS Turismo" até 5 de outubro
REDUÇÃO DO ICMS DA ENERGIA
Empresários comemoram redução de ICMS na conta de luz durante a bandeira de escassez hídrica
Foto: Wagner Guimarães / Arquivo ALEMS DEPUTADO RENATO CÂMARA
ALEMS convida para Semana Estadual do Idoso com programação online
ENERGIA ENERGIA MAIS BARATA NO MS
Governo de MS sanciona lei que reduz ICMS da energia elétrica para 1 milhão de unidades consumidoras
BONITO - MS - VISITA DO PRESIDENTE
Bolsonaro cancela vinda ao MS, presidente iria passar dia 1º de outubro em Bonito
BONIITO - PARCERIA
BONITO: Lâmpadas de LED e câmeras de segurança são destaques da parceria com Energisa e FIEMS
TRISTE REALIDADE
Rio Miranda sofre com assoreamento e corre risco de 'secar'
ICMS DA CONTA DE LUZ
Aprovado na Assembleia, projeto que reduz imposto da conta de luz
AÇÕES DEPUTADO RENATO
Projeto reconhece importante papel dos conselheiros estaduais de direitos e políticas públicas