Menu
sexta, 10 de abril de 2020
BANNER ANNA
Busca
POLONIO MEDICAL CENTER

Tesoureira é acusada de desviar R$ 670 mil da Prefeitura de Rio Brilhante

1 Mar 2011 - 11h13Por Campo Grande News

Após 18 anos trabalhando com o prefeito Donato Lopes, a tesoureira Rosélia Machado foi demitida na última sexta-feira da Prefeitura de Rio Brilhante, acusada de desviar R$ 670 mil dos cofres públicos. “Foi a maior tristeza, uma traição”, disse o chefe do Executivo.

De acordo com Donato, a tesoureira desviava recursos da prefeitura há mais de um ano. “Ela desviava de R$ 30 mil a R$ 40 mil por mês, desde outubro de 2009”, afirma.

O prefeito contou que começou a suspeitar da tesoureira quando percebeu que o padrão de vida dela mudou.

Mas o esquema só foi descoberto porque em dezembro ela tirou férias. “Se ela não tivesse entrado de férias, até hoje não teríamos descoberto”, disse o prefeito.

Donato entrou com uma ação judicial com pedido de liminar para bloquear os bens da ex-servidora comissionada.

Agora, a Prefeitura contratará uma auditoria externa. “Quem participou ou foi negligente vai ser afastado”, garante o prefeito.

Deixe seu Comentário

Leia Também

COVID-19 EM CIDADE DE MS
ASSUSTADOR: Cidade de MS tem 432 pessoas em isolamento, aponta Central de Monitoramento
CORONAVÍRUS NO MS
Confira o ranking dos 10 municípios exemplos em isolamento social no MS
BONITO - MS - PSD
Em Bonito (MS), PSD aposta na força da mulher e na renovação política
CORONAVÍRUS NO ESPORTE
Conselheiro do Palmeiras, ex-deputado morre com coronavírus
BOLETIM CORONAVÍRUS NO MS
BOLETIM: MS tem 04 novos casos entre eles jovens de 22 e 29 anos com Covid-19, Veja a atualização
PRESOS
Dupla presa por tentativa de homicídio planejava matar mais duas pessoas
Desmatamento
Paulista é autuado em R$ 28 mil por desmatamento ilegal em MS
Tentativa de homicídio
Mulher é baleada pela namorada por terminar namoro em Campo Grande
PERGUNTAS
Detran/MS lança canal e responde dúvidas através das redes sociais
Fiscalização
Exército Brasileiro está intensificando fiscalização nas estradas de Bonito