Menu
quinta, 18 de abril de 2024
Busca
MANIA PET

Relatório da ONU defende uso médico de emagrecedores

3 Mar 2011 - 17h52Por Folha.com

Relatório divulgado ontem pelo Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crimes recomenda a restrição e o controle dos inibidores de apetite, mas defende o uso desses remédios em tratamentos médicos.

O documento vem em momento polêmico, quando a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) estuda proibir a venda dos anorexígenos, que incluem a sibutramina e três derivados de anfetamina (anfepramona, femproporex e mazindol).

O relatório elaborado pela Jife (Junta Internacional de Fiscalização de Entorpecentes) incentiva o Brasil a continuar adotando "todas as medidas necessárias para que os anorexígenos sejam utilizados unicamente para fins médicos, bem como para impedir que sejam utilizados de forma indevida e receitados indiscriminadamente".

"Por um lado, reconhece-se a necessidade de haver certos produtos no mercado para tratar problemas de saúde. Por outro lado, [há] a necessidade de controlar o acesso para assegurar que esses produtos sejam usados apenas por quem realmente precisa", disse Bo Mathiasen, representante para o Brasil do escritório da ONU.

Mathiasen, no entanto, afirmou que cada país é "soberano" para decidir sobre o acesso a anorexígenos.

O veto a inibidores de apetite tem gerado controvérsia na classe médica brasileira.

O endocrinologista Walmir Coutinho defende a manutenção dos remédios no mercado. "O abuso dos anorexígenos tem de ser combatido de forma mais eficiente para que os pacientes que precisam do medicamento não sejam penalizados."

Para Rosana Radominski, presidente da Abeso (associação de estudo da obesidade), os remédios devem ser usados de forma responsável. "Eles têm seu papel dentro do tratamento."

ANALGÉSICOS

O relatório aponta grande aumento no uso de analgésicos, principalmente na América do Norte e na Europa.

O consumo mundial de morfina cresceu quase sete vezes de 1989 a 2009.

Leia Também

Ministério Público cita lei de Paulo Corrêa para exigir prescrição médica legível em MS Política
Ministério Público cita lei de Paulo Corrêa para exigir prescrição médica legível em MS
Baleada em atentado em Ribas do Rio Pardo perde o olho direito Caso de polícia
Baleada em atentado em Ribas do Rio Pardo perde o olho direito
Mato Grosso do Sul registra 5.754 casos confirmados de dengue Boletim
Mato Grosso do Sul registra 5.754 casos confirmados de dengue
Professor é acusado pela mulher de estuprar a própria filha em cidade de MS Caso de polícia
Professor é acusado pela mulher de estuprar a própria filha em cidade de MS
Aluna escreve bilhete pedindo ajuda após ser estuprada em MS Caso de polícia
Aluna escreve bilhete pedindo ajuda após ser estuprada em MS
Governos de MS e MT e Ministério do Meio Ambiente assinam termo de proteção do Pantanal Parceria
Governos de MS e MT e Ministério do Meio Ambiente assinam termo de proteção do Pantanal
Menino de 7 anos leva tiro enquanto brincava no quintal de casa em MS Caso de polícia
Menino de 7 anos leva tiro enquanto brincava no quintal de casa em MS
Diversificação de culturas cresce, com aumento na produção de amendoim, mandioca, arroz e feijão EM MS
Diversificação de culturas cresce, com aumento na produção de amendoim, mandioca, arroz e feijão
Bonito recebe visita técnica de gestores públicos de Minas Gerais Visita Especial
Bonito recebe visita técnica de gestores públicos de Minas Gerais
Mulher leva idoso morto em cadeira de rodas para sacar empréstimo de R$ 17 mil Impressionante
Mulher leva idoso morto em cadeira de rodas para sacar empréstimo de R$ 17 mil
Bonito Informa
Avenida 09 de Julho 2135 - Centro - Bonito/MS/MS
(67) 99638-6610rogerio@bonitoinforma.com.br
© Bonito Informa. Todos os Direitos Reservados.