Menu
BANNER ANNA
sexta, 7 de agosto de 2020
Busca
BANNER ECO TOUR

Programas de geração de emprego terão R$ 7,7 bilhões em 2011

2 Mar 2011 - 09h53Por MaxPress

O Conselho Deliberativo do Fundo de Amparo ao Trabalhador (Codefat) aprovou R$ 3,5 bilhões em recursos para aplicação em linhas de financiamento para programas de geração de emprego e renda em 2011. Somando esse valor as reaplicações dos financiamentos antigos serão R$ 7,7 bilhões que estarão disponibilizados nos vários programas do Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT) este ano. 

Em 2011, R$ 13,4 bilhões do orçamento do FAT estão destinados a políticas desenvolvidas pelo Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). O restante vai financiar o pagamento de benefícios, a qualificação profissional de trabalhadores e a geração de emprego e renda. O financiamento será por meio dos programas voltados principalmente aos setores estratégicos como transporte coletivo de massa, infra-estrutura turística e obras de infra-estrutura voltadas para a melhoria da competitividade do País e projetos de inovação tecnológica por meio da Financiadora de Estudos e Projetos (Finep). 

Pela programação aprovada para 2011 a inovação tecnológica vai receber R$ 220 milhões. Porém o foco dos investimentos serão os micro e pequenos empreendedores, sendo destinados R$ 2,6 bilhões a programas como Proger Urbano, FAT Fomentar e FAT Infraestrutura, responsáveis pelo incremento de pequenos negócios que são grandes geradores de empregos. 

Os recursos fomentam a geração de postos de trabalho e a modernização de micros e pequenos negócios em setores produtivos, como comércio e turismo. O destaque ficou pela manutenção das linhas de crédito, FAT Taxista (R$ 100 milhões) e FAT Moto-Frete (R$ 100 milhões). Em 2010 o FAT aplicou R$ 3,2 bilhões no financiamento ao setor produtivo por meio dos depósitos especiais. 

Janeiro teve aumento de 84,43% 

O FAT registrou resultado econômico de R$ 7,266 bilhões em janeiro de 2011, aumento de 84,43% em relação ao mesmo período do ano anterior. Em janeiro de 2010, o resultado econômico do FAT atingiu a marca de R$ 3,940 bilhões. 

A receita total do FAT no último mês cresceu 71,84% em relação a janeiro de 2010, alcançando um montante de R$ 9,287 bilhões ante R$ R$ 5,416 bilhões no ano anterior. O balanço do FAT mostra que a maior parte da receita está relaciona a contribuição PIS/Pasep, que alcançou R$ 6,055 bilhões (+140,83%) no período. As outras receitas, por sua vez, repassaram R$ 3,232 bilhões ao FAT, um aumento de 11,38%. 

As despesas do FAT apresentaram crescimento de 36,88%, passando de R$ 1,476 bilhões em janeiro de 2010 para R$ 2,020 bilhões no mesmo mês deste ano. A maior fatia das despesas segue para o pagamento de Seguro Desemprego, com dispêndio de R$ 1,870 bilhões (+26,76%) no referido período; já as despesas com o abono salarial demandaram R$ 150 bilhões. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Turismo seguro
Em Bonito: 112 pessoas já foram curadas da covid-19; prefeitura intensifica ações na cidade
ONÇA-PINTADA MORTA NA RODOVIA
JUDIAÇÃO: Onça-pintada de 70 kg morre atropelada na rodovia que liga Bodoquena a Miranda
VEM TODO MUNDO
Bonito MS, um destino de viagem imperdível pertinho de você!
COVID-19
MAIS SEIS: em 4 dias Bonito confirma 28 novos casos de covid-19
Executado
Jovem de 20 anos é executado com sete tiros e abandonado em estrada
Capotamento
Motorista dorme ao volante e carro capota várias vezes em barranco na MS-162
FATALIDADE
Batida entre moto e caminhonete mata duas pessoas na Capital
Instituto de Desenvolvimento de Bonito
IDB INFORMA: quer fazer várias atividades em um só lugar? Conheça o Eco Park Porto da Ilha
TRÁFICO DE DROGAS
Polícia flagra motorista carregando mais de 100 kg de maconha na BR-163
Auxílio
Auxílio Emergencial: Caixa paga parcela a 3,9 milhões nesta sexta-feira