Menu
BANNER ANNA
tera, 2 de junho de 2020
Busca
POLONIO MEDICAL CENTER

Prefeitura de Bonito lança reforma das pontes do Formoso e Formosinho

Em breve cerimônia realizada na manhã de segunda-feira (30), em frente à Câmara Municipal, o prefeito de Bonito José Arthur Soares de Figueiredo - com a ..

30 Mai 2011 - 13h17Por Boni Miranda - Bonito Informa

Em breve cerimônia realizada na manhã de segunda-feira (30), em frente à Câmara Municipal, o prefeito de Bonito José Arthur Soares Figueiredo - com a presença de vereadores e secretários municipais - lançou as obras de reforma das pontes sobre os córregos Formoso e Formosinho, na via de acesso ao Balneário Municipal.

As obras serão realizadas com recursos da própria prefeitura ao custo de R$ 78.231,10 para a ponte do Formosinho e de R$ 82.396,70 para a ponte do Formoso, as duas com 18metros de extensão.

De acordo com José Arthur foram também licitadas juntamente com as obras das pontes mencionadas – que terão início imediato - as reformas da ponte sobre o córrego Restinga, no trecho da Rua Monte Castelo, ao preço de R$ 62.300,38 e a do córrego Taquaral, na estrada municipal que leva á Gruta do Lago Azul, que custará R$ 86.268,55. 

A reforma da ponte do córrego Restinga, no bairro Monte Castelo, será iniciada logo após a conclusão das duas primeiras – cujo prazo é de 120 dias. Após a reforma da ponte do córrego Restinga será reformada a do córrego Taquaral. No total a prefeitura investirá R$ 309.196,73 na reforma das quatro pontes.

O ato de lançamento das obras foi iniciado com um minuto de silêncio pelo falecimento, no sábado passado, do ex-vereador Janes Monteiro Leite, que ocupou uma cadeira no Legislativo Municipal de 1949 á 1952.

Durante o ato de assinatura o prefeito José Arthur afirmou que sua administração não pôde mais esperar para iniciar as obras, na medida em que o acesso ao balneário vem sendo realizado - há meses - de maneira improvisada através de uma propriedade vizinha.

“O ideal seria se as pontes fossem de concreto”, afirmou, lembrando que o custo passaria a ser em torno de R$ 360.000,00 cada. “Protocolamos o projeto para as pontes de concreto junto ao Governo Federal no ano passado, mas o empenho dos recursos não aconteceu”, lamentou.

O prefeito lembrou ainda ser indispensável que as obras aconteçam no período de estiagem. “Tivemos em 2011 uma temporada de chuvas acima do normal”, relatou, afirmando que nesse período foram priorizadas apenas as obras emergenciais, como a manutenção das estradas vicinais para garantir o tráfego e o transporte escolar e em cabeceiras de pontes, valetas e grotas.

“Precisamos fazer as coisas na hora certa. Realizar obras permanentes durante a temporada de chuvas é jogar dinheiro fora - e o valor orçado é para uma obra só”, concluiu.

Deixe seu Comentário

Leia Também

GUIA LOPES - BOLETIM COVID-19
Guia Lopes fecha 24h com 230 casos com 109 recuperados, confira o boletim
Em mais uma sessão remota, Mesa Diretora apresentou projetos que reconhecem calamidade pública GUIA LOPES E MAIS 03 CIDADES
Guia Lopes e mais 03 municípios podem ter estado de calamidade pública decretado
CASO DE POLÍCIA
Mãe é acusada de praticar sexo com parceiro e fazer filha de 6 anos participar em MS
Prisão
Por amor: homem corta tornozeleira e volta para o namorado preso em penitenciária de MS
TRÁFICO DE DROGAS
Perseguição termina com quase 1t de maconha apreendida
COVID-19
Novo epicentro, Dourados é a cidade com mais casos de coronavírus em MS
Achado de cadáver
Corpo de adolescente é encontrado no rio de MS
COVID-19
BONITO: 18 dos 46 casos confirmados de covid-19 já estão recuperados
LIVE BOLETIM COVID-19 NO MS CORONAVÍRUS NO MS
"População de MS está fazendo opção pelo caminho da morte", alerta secretário Geraldo sobre Covid-19
Roubo
Mulher leva pancada na cabeça, desmaia e quando acorda percebe que foi roubada