Menu
sexta, 15 de janeiro de 2021
Busca
BONITO AGUAS DE BONITO JANEIRO

Novo relatório do mensalão propõe investigação no BB

8 Abr 2011 - 11h30Por Folha.com

O relatório final da Polícia Federal sobre a origem do dinheiro do mensalão aponta total descontrole nos gastos do Banco do Brasil com publicidade, informa reportagem de Andreza Matais e Rubens Valente, publicada na Folha desta sexta-feira (a íntegra está disponível apenas para assinantes do jornal e do UOL).

O documento também propõe que um inquérito apure o "incrível poder discricionário" dos diretores do banco para indicar empresas que são "agraciadas com recursos públicos".

O relatório confirma que recursos repassados pelo BB foram uma das principais fontes do esquema, revelado pela Folha em 2005.

O banco disse que "refuta a ilação" feita no relatório de que recursos foram usados no mensalão.

Deixe seu Comentário

Leia Também

BONITO E MAIS 3 CIDADES
BONITO tem vaga, Sebrae abre processos seletivos com vagas na Capital e interior
BONITO - MS - VISITA NO LIXÃO
Prefeito visita 'lixão' e estuda local para construção de guarita e instalação de cercas em Bonito
BONITO - MS - DINHEIRO PARA ENTIDADES
Juíza libera mais de R$ 134 mil oriundas de penas pecuniárias para instituições de Bonito (MS)
PLANTÃO POLICIAL BONITO - MS - CASO DE POLÍCIA
Homem é roubado por trio e abandonado esfaqueado em estrada em Bonito (MS)
AUXÍLIO EMERGENCIAL
Auxílio emergencial 2021 tem 03 saques confirmados para próxima semana
A reunião aconteceu durante a manhã de ontem (14.01), na Fundesporte. Foto: Divulgação. BONITO - MS - REIVINDICAÇÕES
Secretário pede reforma geral do Ginásio de Esportes e aquisição micro-ônibus para Bonito
OPORTUNIDADE EM MS
Eldorado Brasil oferece mais de 800 vagas para início imediato em 3 cidades de MS
CONCURSO POLÍCIA FEDERAL
Concurso Polícia Federal 2021: Saiu o edital com salários de até R$ 24.150, VAGAS EM MS
MANAUS EM COLAPSO
Polícia apreende caminhão com 33 cilindros de oxigênio em Manaus
CORONAVÍRUS EM MS
População pode conferir em tempo real a atual situação de ocupação de leitos em MS