Menu
domingo, 20 de junho de 2021
Busca
BONITO AGUAS DE BONITO JUNHO

Ministro nega pedido para suplente de partido assumir

26 Mar 2011 - 12h59Por Midiamax

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) e presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Ricardo Lewandowski, negou nesta sexta-feira (25) pedido de suplente de partido para assumir uma cadeira vaga na Câmara dos Deputados.

Foi a segunda decisão semelhante de Lewandowski. Desde dezembro, cinco liminares foram expedidas pela Corte em favor dos suplentes de partidos. No entanto, o presidente da Câmara, deputado Marco Maia (PT-RS), tem mantido o entendimento de dar preferência a suplentes de coligações, ao contrário das determinações do STF até agora.

Na semana passada, Lewandowski negou o pedido feito por Wagner da Silva Guimarães (PMDB-GO), que concorreu ao cargo de deputado federal nas eleições de 2010 como segundo suplente da coligação e primeiro do partido.

Na decisão desta sexta, Ricardo Lewandowski analisou pedido de liminar de outro deputado goiano, Denis Robson da Silva, oitavo suplente da coligação e segundo do partido. No pedido, Silva diz que o primeiro suplente do partido, Wagner Guimarães - o mesmo que teve pedido negado na semana passada -, teve as contas desaprovadas pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE) de Goiás.

Denis Robson Silva entrou com um mandado de segurança, com pedido de liminar, contra o presidente da Câmara, Marco Maia, que deu posse a Marina Santana (PT), suplente da coligação no lugar de Thiago Peixoto (PMDB-GO), que se licenciou para assumir a Secretaria de Estado da Educação de Goiás. A liminar foi negada, mas o mérito do pedido ainda será analisado.

Na decisão, Lewandowski diz que a lógica da suplência deve ser a mesma da definição dos eleitos. "A lista dos eleitos da coligação de partidos é formada pelos candidatos mais votados, sendo que a ordem de suplência segue, evidentemente, a mesma lógica."

O ministro voltou a afirmar em seus argumentos que alterar essa lógica seria fazer uma espécie de reforma política pelo Judiciário. "Qualquer alteração no sistema proporcional eleitoral brasileiro, a meu ver, implica reforma política cuja competência estabelecida na Constituição e na legislação eleitoral é exclusiva do Congresso Nacional."

Deixe seu Comentário

Leia Também

BONITO - AÇÃO DA GUARDA MUNICIPAL
Motociclista embriagado e desobedecendo Toque de Recolher é preso pela Guarda Municipal Bonito (MS)
Carreta da Justiça atende população de municípios onde não há comarca - Foto: Divulgação BODOQUENA - CARRETA DA JUSTIÇA
Justiça retoma atendimento itinerante gratuito nesta segunda-feira em Ladário e BODOQUENA
D20 quebrou parede e foi parar dentro de casa (Foto: Marcos Maluf) - CREDITO: CAMPO GRANDE NEWS ACIDENTE EM MS
Motorista perde controle de D20, atinge carro parado e vai parar dentro de casa em MS
NÃO RESISTIU
Jovem de 24 anos morre 73 dias depois de acidente de trânsito
AÇÕES DO GOVERNO DE MS
Parque das Nascentes do Rio Taquari conta com Centro de Visitantes para receber turistas
Foto: Saul Schramm MAIS VACINA CHEGANDO
MS recebe novo lote com 97.500 doses da vacina contra Covid-19 neste domingo
CRIME A ESCLARECER
Mulher é rendida, levada para matagal e executada com tiro na cabeça em MS
FESTA NA PANDEMIA
Com mais de 150 pessoas, festa open bar em chácara é encerrada pela Guarda Municipal
BONITO - MS - AÇÃO DA PMA
PMA de Bonito é acionada mas 'anta' na resiste e morre, ela foi atropelada na rodovia MS-178
Foto: Arquivo Pessoal ALERTA - SAÚDE
Jovem de 19 anos perde parte do pulmão após contrair fungos durante uso de narguilé