Menu
quinta, 18 de abril de 2024
Busca
Barbearia

Lei trava instalação de fábrica da Portucel em Mato Grosso do Sul

4 Mar 2011 - 11h35Por Campo Grande News

A legislação brasileira, que impede estrangeiros de possuírem mais de 5 mil hectares de terra, ameaça a instalação de uma fábrica de celulose em Mato Grosso do Sul.

Em reportagem do jornal português “Diário Económico”, o presidente da Portucel (Portugal Celulose), José Honório, informa a interrupção do projeto de instalação da unidade.

Segundo ele, para o projeto avançar, será preciso que a lei seja revista a curto prazo. A indústria de celulose precisa de 200 mil hectares.

“Gostaríamos muito de concretizar um projeto de investimento que totaliza cerca de mais de três milhões de dólares (2,1 milhões de euros) e em que o componente florestal é o princípio de tudo. Isto porque, antes de podermos pensar em produzir celulose ou papel, pensamos primeiro em florestar, em plantar, esperar 10 a 12 anos e então depois iniciar um processo industrial”, afirmou ao jornal português.

De acordo com o presidente da Portucel, a empresa constituiu, em outubro de 2009, uma subsidiária no Brasil e assinou, há mais de um ano, um memorando de entendimento com Mato Grosso do Sul para o desenvolvimento de um projeto florestal.

A situação preocupa o setor industrial. “Defender os interesses da Nação é muito importante, mas proibir um investimento estrangeiro avaliado em 2,1 milhões de euros é um atraso para o desenvolvimento do País e, consequentemente, para o nosso Estado”, salienta o presidente da Fiems (Federação das Indústrias de Mato Grosso do Sul), Sérgio Logen.

Longen defende a discussão, em caráter de urgência, da reinterpretação da Lei Federal nº 5.709, de 1971, feita em setembro do ano passado pela corregedoria do CNJ (Conselho Nacional de Justiça), estabelecendo que empresas brasileiras com capital estrangeiro terão as operações de compra de terras limitadas e até proibidas no Brasil para controlar o avanço estrangeiro sobre o território nacional.

“Também desejamos a discussão sobre os marcos regulatórios para que os investimentos internacionais venham para o País em todas as áreas, principalmente, em obras de infra-estrutura, como a construção de aeroportos, ferrovias, portos”, afirma.

Leia Também

Ministério Público cita lei de Paulo Corrêa para exigir prescrição médica legível em MS Política
Ministério Público cita lei de Paulo Corrêa para exigir prescrição médica legível em MS
Baleada em atentado em Ribas do Rio Pardo perde o olho direito Caso de polícia
Baleada em atentado em Ribas do Rio Pardo perde o olho direito
Mato Grosso do Sul registra 5.754 casos confirmados de dengue Boletim
Mato Grosso do Sul registra 5.754 casos confirmados de dengue
Professor é acusado pela mulher de estuprar a própria filha em cidade de MS Caso de polícia
Professor é acusado pela mulher de estuprar a própria filha em cidade de MS
Aluna escreve bilhete pedindo ajuda após ser estuprada em MS Caso de polícia
Aluna escreve bilhete pedindo ajuda após ser estuprada em MS
Governos de MS e MT e Ministério do Meio Ambiente assinam termo de proteção do Pantanal Parceria
Governos de MS e MT e Ministério do Meio Ambiente assinam termo de proteção do Pantanal
Menino de 7 anos leva tiro enquanto brincava no quintal de casa em MS Caso de polícia
Menino de 7 anos leva tiro enquanto brincava no quintal de casa em MS
Diversificação de culturas cresce, com aumento na produção de amendoim, mandioca, arroz e feijão EM MS
Diversificação de culturas cresce, com aumento na produção de amendoim, mandioca, arroz e feijão
Bonito recebe visita técnica de gestores públicos de Minas Gerais Visita Especial
Bonito recebe visita técnica de gestores públicos de Minas Gerais
Mulher leva idoso morto em cadeira de rodas para sacar empréstimo de R$ 17 mil Impressionante
Mulher leva idoso morto em cadeira de rodas para sacar empréstimo de R$ 17 mil
Bonito Informa
Avenida 09 de Julho 2135 - Centro - Bonito/MS/MS
(67) 99638-6610rogerio@bonitoinforma.com.br
© Bonito Informa. Todos os Direitos Reservados.