Menu
sexta, 5 de junho de 2020
BANNER ANNA
Busca
POLONIO MEDICAL CENTER

LabSenai Cerâmica avalia qualidade de telhas produzidas em Nioaque

28 Fev 2011 - 11h35Por MS Aqui

O LabSenai Cerâmica iniciou, na semana passada, a avaliação da qualidade das telhas de concreto produzidas pela Eco Telhas Pantanal, de Nioaque, para que a indústria receba certificação do CCB (Centro Cerâmico do Brasil). Atualmente, o laboratório do Cetec Senai Rio Verde é o único do Centro-Oeste autorizado pelo CCB para realizar ensaios capazes de atestar a qualidade das telhas produzidas em Mato Grosso do Sul e em outros Estados da Região.

Segundo o coordenador do LabSenai Cerâmica, Lucas Dias Gouveia, apenas por meio dos ensaios feitos pela laboratório é possível atestar a qualidade do produto para que a empresa obtenha a certificação do CCB. “Para esse tipo de atendimento, o LabSenai Cerâmica é a referência mais próxima para as indústrias do segmento no Estado”, reforçou, ressaltando o sigilo das informações e também a transparência dos serviços técnicos e tecnológicos prestados pelo laboratório.

O LabSenai Cerâmica recebeu em julho de 2009 o certificado do CCB para atestar a qualidade das telhas produzidas em Mato Grosso do Sul e em outros Estados do Centro-Oeste, sendo o único autorizado a realizar ensaios em telhas cerâmicas na Região. Na época, a superintendente do CCB, Ana Paula Margarido Menegazzo, destacou a importância do documento de qualificação para a evolução e consolidação do sistema de qualidade do LabSenai Cerâmica. “A obtenção desse certificado é fruto dos investimentos realizados pelo Sistema Fiems na unidade de Rio Verde”, reforçou, parabenizando os esforços de todos os colaboradores do LabSenai Cerâmica para cumprir as etapas do processo de qualificação.

Segundo o gerente do Cetec Senai Rio Verde, Valter Costa de Almeida, com o mercado competitivo, fica evidente a necessidade de busca da melhoria e a comprovação da qualidade do produto. “Antes as empresas precisavam enviar os seus produtos para outros Estados, como São Paulo, para fazer as análises. Todo esse processo demandava mais tempo, mais recursos para as empresas, que agora podem contar com a garantia da confiabilidade de resposta do resultado dos ensaios feitos pelo LabSenai Cerâmica”, informou, acrescentando que as empresas devem fazer ensaios periódicos.

Ele ressalta que o certificado contribui para aumento do ganho de competitividade. “Realizar os ensaios no LabSenai Cerâmica torna o produto mais competitivo, contribuindo para que o consumidor tenha à disposição no mercado um produto adequado e com qualidade”, ponderou, destacando que, ao longo de 2010, o laboratório realizou 1.771 serviços técnicos, 3 assessorias técnicas e 4 informações tecnológicas prestados para um total de 23 indústrias ceramistas da região de Rio Verde e estima para este ano efetuar pelo menos 1.473 serviços técnicos, 1 assessoria técnica, 1 informação tecnológica e 1 desenvolvimento de inovação de produtos e processos.

Serviço — Mais informações sobre os serviços do LabSenai Cerâmica podem ser obtidas pelo telefone (67) 3292-1747/3292-2605

Deixe seu Comentário

Leia Também

CORONAVÍRUS BOLETIM - CORONAVÍRUS NO MS
BOLETIM: MS registra mais 72 casos confirmados nas últimas 24h e 21 mortes por coronavírus
CRIME
Adolescente procura polícia após ter fotos íntimas compartilhadas
Prisão
Homem que matou vítima violentamente é preso em cidade de MS
Roubo
Armados com faca, dupla rouba celular de jovem em Dourados
FATALIDADE
Filho de vereadora passa mal e morre durante partida de futebol
COVID-19
NOTÍCIA BOA: 32 das 49 pessoas infectadas pelo coronavírus já estão recuperadas, em Bonito
TRÁFICO DE DROGAS
Em operação, polícia apreende quase 900 kg de maconha em fundo falso de caminhão
Saúde
MAIS UM ÓBITO: mulher de 51 anos é a 21ª vítima do coronavírus, em MS
Meteorologia
Previsão de temperaturas amenas e com possibilidade de chuva nesta sexta-feira, em Bonito
VÍDEO: Capivara boa de mergulho é flagrada no Recanto Ecológico do Rio da Prata BELO REGISTRO
VÍDEO: Capivara boa de mergulho é flagrada no Recanto Ecológico do Rio da Prata