Menu
sbado, 29 de fevereiro de 2020
BANNER ANNA
Busca
BONITO AGUAS DE BONITO

Informação demais confunde memória, comprova estudo

22 Mar 2011 - 16h21Por Folha.com

O excesso de informações confunde o cérebro e dificulta a memorização, comprovaram pesquisadores das universidades Stanford e Yale, nos EUA.

 "Descobrimos que a concorrência entre lembranças resulta em memória pior", disse à Folha o psicólogo Brice Kuhl, pesquisador de Yale e principal autor do trabalho.

Diariamente e o tempo todo, o cérebro é exposto a toneladas de informações. Umas são mais lembradas do que outras.

"Embora saibamos que a competição entre memórias é uma parte fundamental da memorização, há poucas provas de como o processo acontece no cérebro", escrevem os autores, no artigo publicado ontem na revista "Proceedings of the National Academy of Sciences".

O estudo monitorou com ressonância magnética a atividade cerebral de voluntários, durante teste composto de várias rodadas.

No teste de memória, imagens e informações eram misturadas em placas e as pessoas deviam se lembrar do conteúdo separadamente.

Os pesquisadores descobriram que, quando a lembrança era clara, era como se a pessoa revivesse o momento em que a memória foi armazenada, com a ativação das mesmas áreas cerebrais.

Mas, quando as informações foram misturadas, o cérebro também se confundiu e tentou reproduzir duas memórias. A pessoa teve dificuldade de se lembrar com clareza do conteúdo.

"É como se a memória estivesse borrada. Pode-se dizer que quando tentamos guardar duas coisas, não guardamos nenhuma delas direito", afirma Cláudio da Cunha, pesquisador de neurociência e farmacologia da Universidade Federal do Paraná.

MEMÓRIA FOTOGRÁFICA

Para a bióloga e neurocientista, Valéria Catelli Costa, pesquisadora da USP, o maior achado do trabalho foi mostrar como as memórias são codificadas no cérebro, formando "desenhos".

A facilidade ou dificuldade de se lembrar de um acontecimento depende de como essa codificação foi feita.

"Quanto mais você associa dados a um fato, mais fácil fica de você se lembrar, e melhor é a codificação."

Segundo os autores, a codificação é influenciada por memórias antigas e analogias com eventos diferentes.

"Pode ser uma influência negativa ou positiva. A memória de um número de telefone velho torna mais difícil aprender um novo número", exemplifica Kuhl.

Mas, também, um especialista em vinhos só é especialista porque se lembra de conhecimentos anteriores.

"Selecionamos memórias úteis. Guardamos o que é requisitado em tarefas", diz o neurologista Benito Damasceno, da Unicamp.

Para ele, o processo de competição é positivo, porque nos torna capaz de separar o que é importante."Com a seleção conseguimos consolidar um aprendizado e reviver um acontecimento."

O problema é que nem sempre essa seleção é consciente. Para o pesquisador americano, não existem memórias mais fortes do que outras. Então, não adianta muito se esforçar para lembrar a data do aniversário de casamento, por exemplo.

"Queremos pensar que as memórias emocionais ou afetivas são mais fortes, mas nem sempre isso é verdade."

Deixe seu Comentário

Leia Também

GRUPO EDUCACIONAL FAVENI
Faveni de Bonito já é sucesso: alunos participaram de aula inaugural na Câmara Municipal
BONITO - MS - MAIS 150 CASAS
Governo do Estado e Prefeitura vão construir mais 150 casas, veja como participar em Bonito (MS)
VAMOS DOAR
Jovem com leucemia internada no CTI precisa urgente de doações de sangue
COTA ZERO - NOVAS REGRAS
Governo flexibiliza Cota Zero e novas regras para a pesca passam a vigorar em rios de MS
CORONAVÍRUS NO MS
Saúde monitora 9 casos de suspeita de coronavírus no Estado de MS
CRIME
Homem morre após ser esfaqueado e bater carro contra árvore
Bonito
Prosa & Segredos trás entrevista e poema inédito de Ingra Lyberato escrito no Pantanal
AÇÃO DA POLÍCIA CIVIL
Vigia condenado a 18 anos por estupro é preso pela Polícia Civil
CASOS DE FAMÍLIA!
Sogra é suspeita de agredir nora e neta de 10 anos em Guia Lopes da Laguna
PAGAMENTO
Prefeitura efetua o pagamento dos salários dos servidores, em Bonito (MS)