Menu
quinta, 21 de janeiro de 2021
Busca
BONITO AGUAS DE BONITO JANEIRO

Indígena é encontrado morto com cerca de 25 golpes de facão

9 Mar 2011 - 11h06Por Midiamax

O corpo do indígena Ramão Cunha Martins, de 76 anos, foi encontrado na manhã de hoje na Aldeia Jaguapiru, Reserva Indígena de Dourados, com cerca de 25 golpes de facão. Ele foi ferido no tórax e na cabeça.

Segundo um dos peritos que foi até o local, a vítima estava em decúbito ventral, porém, como estava bastante ensanguentado, ainda não se pode afirmar com precisão quantos golpes foram desferidos.

O assassino teria entrado na casa da vítima após arrombar uma porta na cozinha e, antes de sair, ainda quebrou o Fusca que era de propriedade de Ramão. A polícia trabalha com a hipótese de latrocínio, roubo seguido de morte, já que a casa estava revirada.

O corpo do idoso foi encontrado por lideranças da aldeia.

Deixe seu Comentário

Leia Também

CRIME A ESCLARECER
Homens são degolados e abandonados às margens de rodovia em MS
DOURADOS DE LUTO
Ex-prefeito e deputado Humberto Teixeira morre vítima de covid-19
AÇÕES DO GOVERNO DE MS
Governo de MS amplia ações em saúde voltadas para população LGBT, Confira o cronograma das ações
Incêndio atinge prédios do Instituto Serum, na cidade de Pune, na Índia Foto: - / AFP INCÊNDIO NA CHINA
Incêndio afeta fábrica de vacinas indiana responsável por doses destinadas ao Brasil
CHUVAS NO MS
Aumento de nível dos rios e chuvas constantes colocam Defesa Civil em alerta
Irmãos gêmeos, Joel e Joelson faleceram com 9 dias de diferença (Foto: Arquivo Pessoal) TRISTE NOTÍCIA
TRISTE NOTÍCIA: Aos 73 anos, médico morre de covid uma semana após irmão gêmeo em MS
DE VOLTA AO HABITAT
Na véspera de voltar ao seu habitat, onça pintada passa por exames e ganha colar
BONITO - MS - POLÍCIA
Polícia Militar apreende mais de 390 quilos de maconha em Bonito (MS)
BOLETIM BONITO - MS - BOLETIM COVID-19
Bonito registra seu 20º óbito por coronavírus, confira o boletim das últimas 24h
MUITA CHUVA NO MS
Com previsão de mais chuva, Defesa Civil orienta população que mora em áreas de risco