Menu
quinta, 26 de novembro de 2020
Busca
OKA_BONITO_ABRIL

Homens pensam mais em dormir e comer do que em fazer sexo, aponta estudo

16 Mai 2011 - 09h07Por O Dia

Ao contrário do que se imagina, a mentalidade masculina não se restringe ao sexo. Um estudo desenvolvido na Universidade de Ohio, nos Estados Unidos, desbancou o mito e mostrou que pessoas do sexo masculino se preocupam mais em comer e dormir.

A pesquisa foi desenvolvida com 163 alunos da universidade, entre homens e mulheres. Eles tinham que carregar uma tabela e fazer marcações nela toda vez que pensassem em sexo, comida ou dormir.

O resultado foi claro. Os homens pensam mais em comer e dormir do que em fazer sexo.

Segundo o estudo, os homens são mais concentrados e percebem com mais facilidade quando sentem estímulos para uma destas necessidades. Além disso, eles seriam mais sinceros em expressar os sentimentos.

Deixe seu Comentário

Leia Também

REINAUGURAÇÃO DA CLARO
Claro de Bonito reinaugura loja com muitas novidades e em novo endereço
BONITO - MS - BOLETIM COVID-19
BOLETIM: Mais 04 casos positivos e 01 óbito é registrado nas últimas 24h em Bonito (MS)
MARACAJU - AÇÃO DO DOF
Veículo com mais de 700 quilos de maconha foi apreendido em estrada rural de Maracaju
AÇÃO DA PMA DE JARDIM
Homem derruba diversas árvores nativas e coloca fogo, PMA autua em Guia Lopes da Laguna
COMBATE A VIOLÊNCIA CONTRA MULHER
Com delegacia virtual, Governo amplia combate a violência contra as mulheres
OPERAÇÃO PÁTIO ZERO EM MS
Operação Pátio Zero: mais de 400 motocicletas estão disponíveis em leilão de sucata aproveitável
TRAGÉDIA NAS ESTRADAS
Mãe de bebê também morre após carro bater em coqueiro em Bonito (MS)
Carro colidiu com coqueiro na rodovia (Digulgação/PM) TRAGÉDIA ENTRE JARDIM E BONITO
Cinco ficam feridos e bebê de um mês morre após carro colidir com coqueiro entre Jardim e Bonito
O maior jogador de futebol argentino, Diego Maradona morre aos 60 anos - Crédito: REPRODUCAO LUTO NO ESPORTE
Diego Maradona morre aos 60 anos
AÇÕES DO GOVERNO DE MS
Reinaldo entrega 420 equipamentos de combate ao mosquito Aedes aegypti e destaca sintonia no combate