Menu
segunda, 26 de julho de 2021
Busca
BONITO AGUAS DE BONITO JUNHO

Governador diz que União vai liberar menos de 40% do necessário para MS

14 Mar 2011 - 17h44Por Campo Grande News

O governador André Puccinelli declarou em reunião nesta segunda-feira na Assomasul (Associação dos Municípios de Mato Grosso do Sul) com cerca de 40 prefeitos e membros da bancada federal, que a União deve liberar menos de 40% dos recursos necessários para cobrir os prejuízos causados pelas chuvas.

“Vamos ter que cortar gastos e colocar grana do Estado para ajudar os municípios”, disse o governador. Puccinelli acrescentou que os cortes não vão afetar o custeio do Estado, bem como a folha de pessoal.

André deu um “puxão de orelha” nos prefeitos, que decretam situação de emergência sem critérios. “Não adianta fazer decreto para conseguir dinheirinho. O pedido tem que ser feito de forma planejada e organizada, para que a liberação seja mais ágil”, cutucou o governador, colocando a Defesa Civil à disposição para elaboração dos laudos que atestam a necessidade do decreto de situação de emergência.

Em visita a Mato Grosso do Sul na última sexta-feira, o ministro da Integração Nacional Fernando Bezerra, autorizou a liberação de R$ 5 milhões em caráter emergencial para os municípios mais afetados pelas chuvas.

No entanto, o governador relembrou que R$ 9 milhões foram solicitados pelo governo em setembro do ano passado, para atender oito municípios que tiveram a situação de emergência reconhecida.

“Vai ficar feio liberar esse dinheiro agora e deixar aquele de 2010 pendente”, explicou André.

As prioridades do governador no uso dos recursos para auxiliar os municípios será a reconstrução de estradas vicinais, que servem para escoar a produção e servem como meio de acesso de alunos às escolas. Puccinelli colocou a reconstrução de pontes em segundo plano, uma vez que, em alguns casos, a obra pode demorar até oito meses.

Outra ação a ser contemplada no plano do governo é a remoção das 891 famílias das áreas de risco.

Sobre as perdas na lavoura – estimadas em 1,6 milhão de toneladas – o governador acredita que, se o tempo permanecer firme, o prejuízo será menor, do que se forem consideradas as áreas onde o grão está com a qualidade comprometida por conta do excesso de chuva.

Em atendimento a um pedido do governador, o ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento já auxiliou alguns rizicultores (produtores de arroz), com linhas de crédito diferenciadas.

Puccinelli, que amanhã participa de reunião com o ministro da Agricultura, Wagner Rossi, espera sensibilizar a União para a prorrogação das dívidas de produtores rurais.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Foto: Chico Ribeiro BONITO - MS - MAIS 210 CASAS
Governo de MS libera mais 210 casas para Bonito
VIATURAS NOVAS INVESTIMENTOS NA SEGURANÇA
Governo do Estado investe R$ 5,3 milhões e entrega 31 novas viaturas para PM e Polícia Civil
VACINA MAIS VACINA CHEGANDO
Mato Grosso do Sul recebe essa semana 112.660 doses de vacinas contra Covid-19
Foto: Filipi Brites - Ascom - Arquivo BONITO - MS - VACINAÇÃO CONTRA COVID
Bonito aplicou mais 271 doses contra Covid na última sexta-feira
PREVISÃO DO TEMPO PREVISÃO DO TEMPO
Forte frente fria traz chuva para vários estados, MS pode ter fortes rajadas de vento
PAIXÃO NACIONAL
Todos os jogos de futebol hoje do Campeonato brasileiro numa plataforma comprovada
Foto: @visitmsoficial/Alexis Prappas MS - A RETOMADA
Inscrições para auxílio de R$ 1 mil reais do Programa 'Incentiva+MS Turismo' vai até dia 08 em MS
FUNTRAB BORA TRABALHAR
Funtrab oferta 1.356 vagas de emprego em todo Estado, Miranda, Guia Lopes e Jardim na lista
FRIO PREVISÃO DO TEMPO
Julho termina com onda de frio intensa e neve, em MS mínimas podem chegar a 2º
Foto: Prefeitura de Bonito BONITO - MS - VANDALISMO NA PRAÇA
Vandalismo na Praça desperta indignação e prefeitura desenvolverá ações de fiscalização em Bonito