Menu
tera, 22 de setembro de 2020
Busca
ZAP INFORMÁTICA

Fraude em exame de Ordem será investigada pelo MPE

5 Mar 2011 - 10h52Por Jornal de Vilhena

O inquérito que investiga suposta fraude no exame de ordem da Ordem dos Advogados do Brasil em Rondônia (OAB-RO) deverá ser de competência do Ministério Público Estadual, e não do Ministério Público Federal. A decisão é do Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP), publicada na edição de sexta-feira (4) no Diário Oficial da União.

A votação por unanimidade acompanhou a relatora Julieta Fajardo Cavalcante de Albuquerque. Segundo os procuradores do CNMP, a Ordem dos Advogados do Brasil não é uma autarquia federal. Logo há “inexistência de cometimento de infração penal praticada em detrimento de bens, serviços ou interesse direto específico da União (…)”.

O processo que apura as supostas fraudes tramita atualmente na 3ª Vara Federal de Porto Velho. O Exame de Ordem da OAB no País vem sendo investigado pela Polícia Federal que detectou várias irregularidades no concurso de 2009. Em 2003, o concurso da OAB-RO já havia sido anulado por motivos parecido: venda do gabarito.

Deixe seu Comentário

Leia Também

FESTIVAL BRASIL SABOR
BRASIL SABOR: Reúne mais de 40 estabelecimentos de Campo Grande, Dourados, Três Lagoas e Bonito
Morador de rua dormindo embaixo das tendas - Crédito: Ligado na Redação/Dourados News CORONAVÍRUS NO MS
Tenda instalada para auxílio durante a pandemia é usada de abrigo por morador de rua
FOGO NO PANTANAL
Fazendeiros serão autuados por crime ambiental no Pantanal
COVID-19
Bonito registra mais 2 novos casos de covid-19
ESTUPRO
Vizinha flagra homem estuprando filha de 10 anos na Capital
TRÁFICO DE DROGAS
Condutor foge em abordagem e veículo é apreendido com quase 550 kg de drogas
HOMICÍDIO
Jovem é morto a facadas e namorada de 17 anos é suspeita do crime
TRÁFICO DE DROGAS
Polícia encontra mais de 600 kg de maconha em carreta tombada
HOMICÍDIO
Homem 'canta' esposa de colega e morre com 7 facadas
HOMICÍDIO
Briga generalizada após bebedeira acaba com homem morto a facadas