Menu
sbado, 26 de setembro de 2020
Busca
ZAP INFORMÁTICA
Reaberta a pesca

Com o fim da Piracema, pesca é reaberta em MS

2 Mar 2011 - 07h25Por Douradosnews

A partir desta terça-feira, dia 1º de março, está liberada a pesca nas bacias do rio Paraná e Paraguai. A Piracema, época destinada para a reprodução dos peixes, começou em novembro do ano passado e esteve em vigor até as 23h59 de ontem. De acordo com o gerente de recursos pesqueiros e fauna do Imasul (Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul), Vander Melquíades Fabrício de Jesus, a situação está dentro da normalidade este ano. “Tivemos boas cheias e os cardumes conseguiram desovar dentro do prazo. Com isso, não precisamos adiar a abertura da pesca”, coloca.

O gerente explica que, para os pescadores amadores, as cotas e os tamanhos mínimos são os mesmos dos anos anteriores. É permitida a pesca de 10 quilos mais um exemplar. Dentre as espécies, nove estão autorizadas: jaú (até 95 cm), pintado (até 85 cm), cachara (até 80 cm), dourado (até 65 cm), pacu (até 45 cm), curimbatá (até 38 cm), piauçú (até 38 cm), barbado (até 60 cm) e piraputanga (até 30 cm).

De acordo com Vander de Jesus, este ano podem existir dificuldades no entendimento das leis na pesca profissional, já que houve suspensão da lei 3.886, que regulamentava a pesca no Estado. “Ela foi suspensa pela liminar da OAB, porque era bem restritiva em relação às leis federais. Com a volta da pesca, estamos esperando uma resposta ainda esta semana para saber se voltará a valer a lei anterior”, destaca o gerente de recursos pesqueiros. Até lá, ficam valendo as leis federais.

Com o fim da Piracema, amadores e profissionais devem ficar atentos quanto às restrições. È proibida à pesca de qualquer natureza (menos a científica), no rio Salobra (nos municípios de Miranda e Bodoquena), córrego Azul (Bodoquena), rio da Prata (Bonito e Jardim), rio Formoso (Bonito) e rio Nioaque (Nioaque e Anastácio).

O pescador deverá se preocupar também com a Autorização Ambiental para Pesca Desportiva, documento necessário para a prática pesqueira. O formulário está disponível no sitewww.sema.ms.gov.br. Esta autorização permite, juntamente com o selo turismo, a captura e o transporte do pescado (desde que sejam obedecidos os tamanhos mínimos de captura, a cota e período de pesca). Obrigatoriamente o pescador deve se dirigir a um posto da Polícia Militar Ambiental para lacrar e declarar seu pescado, quando receberá uma Guia de controle.

Deixe seu Comentário

Leia Também

BONITO - MS - GUARDA MUNICIPAL
Guarda Municipal apreende 3 menores autores de furto a farmácia no centro em Bonito (MS)
BONITO - MS -
BORA PRA BONITO: Promoção relâmpago de passeio e hospedagem, confira aqui
FATALIDADE
Homem morre ao bater moto de frente com caminhonete da patroa em MS
Mato Grosso do Sul tem 19 óbitos por coronavírus e 1.418 confirmados CORONAVÍRUS NO MS
Com 15 mortes nas últimas 24h, número de casos de covid continua alto e médias são preocupantes
Secretário estadual, Eduardo Riedel, disse que o governo trabalha com equilíbrio fiscal para manter o planejamento - Valdenir Rezende/Correio do Estado 13º GARANTIDO
Governo de MS e prefeitura garantem 13° salário em ano marcado pela pandemia e crise financeira
Caminhão desceu a ribanceira; outros motoristas recolheram alimentos espalhados no local (Foto: Direto das Ruas) - CREDITO: CAMPO GRANDE NEWS DOURADENSE MORREU
Caminhão cai em ribanceira e douradense morre na Serra de Maracaju
BONITO - MS - VACINAÇÃO CANINA
Dia D contra raiva acontece neste sábado, veja os pontos de vacinação em Bonito (MS)
FOGO NO PANTANAL
Setembro já é o mês com maior número de focos de incêndio no Pantanal desde 1998
COVID-19
Bonito registra mais 3 novos casos de covid-19
Texto e fotos: Sílvio de Andrade FOGO NO PANTANAL
Força-tarefa conta com mais de 50 homens no combate aos focos de calor no Amolar