Menu
domingo, 5 de julho de 2020
BANNER ANNA
Busca
BONITO AGUAS DE BONITO

Alimentos sobem mais de 10% e pressionam inflação de 2010

3 Mar 2011 - 14h30Por Agência Brasil

A alta nos preços dos alimentos foi o principal responsável pelo aumento do Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) em 2010, que fechou o ano com taxa de 5,91%. De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), que divulgou hoje (7) os dados da inflação, os produtos alimentícios responderam por 40% do índice, tendo contribuído com 2,34 pontos percentuais.

O IPCA serve de referência para o governo na definição da meta de inflação oficial do país.

 A coordenadora de Índices de Preços do IBGE, Eulina Nunes, destacou que, embora os alimentos – que representam aproximadamente 23% do orçamento das famílias com rendimento até 40 salários mínimos – tenham ficado em média 10,39% mais caros ao longo do ano, alguns produtos tiveram alta ainda mais forte.

“Os alimentos foram determinantes no perfil da inflação de 2010 e é interessante observar que esse aumento de cerca de 10% é em média. Alguns produtos importantes na mesa do brasileiro subiram muito mais do que isso, como as carnes [alta de 29,64%], e os feijões [alta de 51,49%]”, afirmou.

 Eulina Nunes destacou, ainda, que no ano passado os preços dos alimentos subiram quase três vezes mais do que em 2009, quando ficaram 3,18% mais caros.

 “Isso ocorreu em função do aumento da demanda interna aliado a problemas climáticos que afetaram as lavouras, como as chuvas no início de 2010 e a seca no segundo semestre, no país e em outros importantes produtores, o que levou a uma alta de preços no mercado internacional”, explicou.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Vinicius Loures/Câmara dos Deputados  O autor da proposta, deputado Túlio Gadêlha ELEIÇÃO MUNICIPAL
Campanha eleitoral de 2020 deve ser proibido comícios e aglomerações
DOURADOS - ASSASSINATO
AGORA: Secretário Municipal é assassinado dentro de salão de cabeleireiro em Dourados
MORTES POR COVI-19
Mãe e filha morrem vítimas da Covid-19 em intervalo de três dias
GOVERNO DE MS
TÁ NA CONTA: saques de salários dos servidores estaduais já estão disponíveis
BONITO - MS - PRIMEIROS TURISTAS
Em Bonito, MS, com preços congelados, cidade já recebe os primeiros turistas
BONITO - MS - COVID-19
Bonito (MS) registra 10 novos casos na semana e secretaria alerta para medidas de segurança
Visão panorâmica da entrada da cidade de Dois Irmãos do Buriti (Foto: Edemir Rodrigues - Governo MS) SEM COVID-19
SEM COVID: 08 cidades de MS ainda não registraram casos de coronavírus
MORTES POR COVIV-19 EM MS
Mortes chegam a 107 em MS e secretário cogita lockdown
BARBÁRIE
BARBÁRIE: policial paraguaio mata filhos de 1 e 2 anos, sogros, cunhadas e se mata
COVID-19
MS se aproxima de 9,4 mil casos de coronavírus e soma 107 óbitos