Menu
quinta, 26 de novembro de 2020
Busca
OKA_BONITO_ABRIL
PISO SALARIAL

Governo federal anuncia aumento do piso dos professores

Também foi anunciado o lançamento do Prêmio Nacional das Artes

17 Jan 2020 - 07h53Por Redação/Agência Brasil

O presidente da República, Jair Bolsonaro, e o ministro da Educação, Abraham Weintraub, anunciaram por meio de live (transmissão ao vivo) em rede social o aumento de 12,84% do piso salarial previsto no Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb). Segundo Weintraub, o reajuste anunciado “é o maior aumento em reais desde 2009.”

O ajuste, acima da inflação de 2019 (4,31%), corresponde às expectativas da Confederação Nacional de Municípios (CNM) que já havia previsto o valor mínimo do magistério passaria de R$ 2.557,74 para R$ 2.886,24. Há expectativa entre gestores municipais que uma nova lei sobre o Fundeb seja criada este ano. A lei atual só prevê a manutenção do fundo até este ano. O Ministério da Educação prepara proposta com novas regras.

Durante a live o presidente também anunciou, ao lado do secretário de Cultura Roberto Alvim, o lançamento do Prêmio Nacional das Artes que irá destinar mais de R$ 20 milhões para produção artística nas cinco grandes regiões brasileiras.

O prêmio terá sete categorias, eruditas e populares, e prevê a seleção de cinco óperas, 25 espetáculos teatrais, 25 exposições individuais de pintura e 25 exposição de escultura, 25 contos inéditos, 25 CDs musicais originais e até 15 propostas de histórias em quadrinhos.

O edital será publicado na próxima semana no Diário Oficial da União e no site da Secretaria Especial da Cultura. O repasse de recursos entre as regiões será dividido de forma igual.

Durante a transmissão, o presidente também comentou a queda histórica dos juros básico da economia, Taxa Selic a 4,5% ao ano e a esperada redução da dívida pública com a baixa dos juros. O presidente salientou a redução dos custos de empréstimos da Caixa Econômica Federal e a diminuição de pessoas inadimplentes. Bolsonaro salientou que a queda de juros ocorre “sem canetada” e “sem interferência”, mas por causa do ambiente de recuperação econômica.

O presidente comemorou a prioridade anunciada pelo governo dos Estados Unidos para que o Brasil se torne membro da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) e lembrou a edição de nova medida provisória que ajusta o salário mínimo dos atuais R$ 1.039 para R$ 1.045.

Além do ministro da Educação e do secretário de Cultura, participou da transmissão o secretário de Aquicultura e Pesca, Jorge Seif Junior.

Deixe seu Comentário

Leia Também

EDUCAÇÃO NA PANDEMIA
Protocolo de Volta às Aulas da Rede Estadual prevê ensino híbrido em 2021
NAVIRAÍ - ELEIÇÕES 2020
OFICIAL: Rhaiza Matos, filha de Onevan é a candidata a prefeita em Naviraí
VOLTA ÀS AULAS EM MS
VOLTA ÀS AULAS presenciais na rede estadual só em 2021, diz governador
Aluna testou positivo e pais informaram a escola sobre caso de covid. (Foto: Arquivo/Kísie Ainoã) CORONAVÍRUS EM MS
Aluna testa positivo para coronavírus e escola de Ensino Médio fecha por 14 dias em MS
FUTEBOL
Três partidas abrem o returno do Brasileirão neste sábado
LIVE
UEMS na Rota promove LIVE em parceria com Segurança Pública de MS no dia 5 de novembro
AUDIOLIVROS
Audiolivros ganham espaço no Brasil
Escola Imaculada está na lista das unidades que poderão abrir Foto: EIC VOLTA ÀS AULAS
Prefeitura autoriza 19 escolas de ensino infantil a voltar com aulas presenciais
DEDICAÇÃO
Professora pega carro emprestado para ensinar alunos sem internet em MS
AÇÕES DO GOVERNO DE MS
Governador entrega escola com elevador panorâmico e energia solar em Maracaju