Menu
sexta, 23 de julho de 2021
Busca
BONITO AGUAS DE BONITO JUNHO
Bonito (MS)

Investimentos do Estado tornaram Bonito modelo sustentável de turismo

7 Nov 2013 - 08h01Por Notícias.MS

A política voltada ao turismo desenvolvida pelo governo de Mato Grosso do Sul, onde uma das principais ações é a promoção do Estado no Brasil e no exterior, foi um dos pontos fundamentais para que Bonito se tornasse o melhor destino de turismo responsável no mundo, cujo prêmio internacional foi entregue nesta quarta-feira (6/10), em Londres.

 Os investimentos do Estado em saneamento básico e transporte também foram primordiais para tornar Bonito em um polo de turismo sustentável, conforme avaliação da diretora-presidente da Fundação de Turismo de MS (Fundtur), Nilde Brun. Este ano, o governador André Puccinelli concluiu a pavimentação de uma das principais rotas turísticas, a MS-178, entre Bonito e Bodoquena, interligando a região ao Pantanal.        

O governador também entregou em julho três estações elevatórias de tratamento de esgoto na cidade, que hoje se destaca no quesito coleta e tratamento. O sucesso de uma cidade em relação ao turismo caminha junto com investimentos em saneamento básico, afirma Puccinelli. O município é considerado modelo pelo seu sistema de esgotamento, com índice de eficiência de 99%. Os investimentos somam R$ 6 milhões.

Construído pelo Estado, hoje o aeroporto de Bonito está habilitado para receber até cinco voos semanais – dois regulares, partindo de Campinas e São Paulo, e três charters (fretados) -, contribuindo para o aumento do fluxo de turistas. A pista de pouso tem dois quilômetros de extensão por 30 metros de largura, comportando pouso e decolagem de aeronaves de grande porte.

Ações integradas

Para Nilde Brun, ao transformar o turismo como uma vertente da economia regional o governador André Puccinelli fortaleceu os principais destinos e atraiu novos empreendedores e também o turista. Contribuiu para o sucesso de Bonito, segundo ela, os investimentos do governo em infraestrutura e na promoção das belezas naturais do Estado em feiras nacionais e internacionais.

“As ações do Estado foram primordiais, integradas com a atuação do município enquanto gestor, assumindo o turismo como política pública”, disse a diretora-presidente da Fundetur. O envolvimento da comunidade local e do empresariado também contribuiu para o modelo de turismo sustentável praticado em Bonito. “Sem essa junção apoiada pelo Estado, Bonito não teria o sucesso de hoje”, completou.

O prêmio

Bonito foi um dos oito finalistas do prêmio internacional, concorrendo com outros destinos potenciais, como Butão, Irlanda, Áustria, Lituânia e Quênia. O World Responsible Tourism Awards (Melhor Destino para Turismo Responsável) é um dos principais prêmios de turismo responsável do mundo. Esta é a décima edição do prêmio e neste ano foram mais de 1.000 inscritos em sete categorias.

“Bonito destaca-se como referencial de ecoturismo e turismo de aventura, não só pelos atrativos naturais, mas também pela sua estrutura, organização e profissionalismo visando sempre a sustentabilidade local e a conservação da natureza”, destacou Nilde Brun. “O prêmio reforça a identidade da cidade como um dos principais destinos do segmento do país e de referência nas políticas sustentáveis.”

Representando o Estado e a cidade de Bonito no evento, em Londres, estão o prefeito da cidade, Leonel Lemos; a gerente de mercado da Fundação de Turismo de Mato Grosso do Sul, Karla Cavalcanti; o presidente da Associação dos Atrativos Turísticos de Bonito e Região, Marcos Dias Soares; e a diretora da EMBRATUR, Delma Andrade.

Controle de turistas

Conforme texto, os jurados do prêmio justificaram a escolha de Bonito realçando o sistema de voucher para controle do número de turistas adotado pela prefeitura e pelo trade turístico. O voucher, atualmente digital, é registrado em nome do turista e entregue nos atrativos ou passeios escolhidos, permitindo assim que o fluxo de visitantes tenha rigoroso controle.

“A cidade é famosa por suas águas cristalinas, cavernas, montanhas e florestas com grande diversidade de vida selvagem. À medida que os turistas começaram a chegar, emergiram preocupações: havia medo de que o turismo não regulado pudesse causar impacto ao meio ambiente", afirma o documento assinado pelos jurados, que se manifestaram impressionados com o sistema adotado.

Deixe seu Comentário

Leia Também

BONITO - MS - A RETOMADA
Depois de um ano de desafios e restrições, turismo já dá sinais de retomada em Bonito (MS)
BONITO - PMA BONITO - NOVA SEDE PMA
PMA ganha terreno de 4.000 m² e terá nova Sede ampla com 630 metros quadrados em Bonito (MS)
GUARDA MUNICIPAL DE BONITO BONITO - MS - MELHORIAS NA GUARDA MUNICIPAL
Sejusp e Guarda Municipal discutem fortalecimento da segurança no município de Bonito (MS)
BONITO TRATOR BONITO - MS - PARCERIA
Prefeitura cede trator com terraceador ao IASB para utilização no Projeto Águas de Bonito
BONITO - TURISMO AÇÕES DO GOVERNO DE MS
Governo lança campanha 'Meu Estado, Meu Destino' para promover o turismo regional
Primeira onda de frio intenso chegou ao MS no final de junho (Foto: Arquivo/Marcos Maluf) - CREDITO: CAMPO GRANDE NEWS ELE TÁ VOLTANDO
Frio volta ao Estado na próxima semana e mínimas podem chegar aos 3ºC
Servidor exibe carta de concessão de aposentadoria junto à equipe que o atendeu. Foto: Rildo Lima  Previna SURPRESA BOA
Servidor público vai buscar informação e é surpreendido ao ser aposentado em uma hora em MS
BONITO - AQUEÇA UMA VIDA
SAS entrega cobertores por meio da campanha 'Aqueça Uma Vida' em Bonito
Sucuri é flagrada por grupo de turistas, em rio de Jardim (MS)  Foto: Luiz Eduardo Gonçalves/Foto OLHA ELA AÍ...!!!
Sucuri gigante é flagrada por turistas durante flutuação em rio de água transparente de MS, Assista
BONITO - MS - AÇÃO SOCIAL
Assentamento Guaicurus: 41 cestas básicas foram entregues as famílias em situação de vulnerabilide