Menu
segunda, 25 de outubro de 2021
Busca
BONITO ÁGUAS GREEN WEEK
ASSEMBLEIA

Audiência debate projeto que proíbe pesca do Dourado nos rios de Mato Grosso do Sul

14 Mar 2017 - 07h14Por Correio do Estado

Audiência pública será realizada na quarta-feira (15), na Assembleia Legislativa, para debater projeto que proíbe a pesca do Dourado nos rios de Mato Grosso do Sul.

De autoria do deputado Beto Pereira (PSDB), a proibição deverá durar oito anos, para haver tempo suficiente para aumento da população da espécie.

A proposta, entretanto, não proíbe a modalidade pesque e solte, praticada pelos adeptos da pesca esportiva. “A pesca esportiva responsável não é predatória e gera renda para quem trabalha com o setor turístico do Estado. Essa atividade movimenta a economia de muitas cidades do Mato Grosso do Sul que vivem do turismo pesqueiro”, justificou o deputado.

O parlamentar afirma ainda, que a proibição da captura e comercialização não influenciará de forma impactante na renda dos pescadores profissionais, uma vez que, esse peixe é o sétimo na lista de espécies comercializadas no mercado local.

AMEAÇA

De Acordo com o relatório do Sistema de Controle de Pesca, emitido pela EMBRAPA, IMASUL e Policia Militar Ambiental, o Dourado encontrado nos rios da Bacia do Alto Paraguai, que compreende a Região do Pantanal, caiu drasticamente em 20 anos. Em 1994, foram 50 toneladas pescadas. Em 2014, retiraram menos de 10 toneladas do peixe. “É visível que o peixe está desaparecendo dos nossos rios. Se não tomarmos medidas urgentes a situação pode ficar ainda mais crítica e o Dourado ser ameaçado de extinção. Precisamos discutir o projeto com atenção especial ao meio ambiente”, afirmou Beto Pereira.

Atualmente já existem Leis que proíbem a pesca do Dourado em Estados como Paraná, Mato Grosso e Goiás, e em países como a Argentina. No Mato Grosso do Sul, cidades com Aquidauana e Corumbá já têm legislações próprias que não permitem a captura do Dourado. Na audiência pública estarão presentes pescadores profissionais e esportivos, pesquisadores, biólogos e representantes de órgãos oficiais ligados à proteção e fiscalização do meio ambiente.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

AÇÕES DO GOVERNO DE BONITO
BONITO: Parceria entre município e Fazenda U6 garante reforma da ponte sobre o Rio Ramada
Carro onde a vítima estava quando foi surpreendida pelo ex-marido ficou cheio de sangue. (Foto: Divulgação/Polícia Civil) FEMINICÍDIO
FEMINICÍDIO: Atingida por 4 tiros disparados pelo ex-marido, mulher não resistiu e morreu
OPORTUNIDADE DE EMPREGO
JBS oferece mais de 80 vagas de emprego esta semana, confira como fazer
Texto e foto: Elaine Paes, SAD LEILÃO ONLINE
Interessados em participar de leilão de maquinários já podem apresentar os lances pela internet
Raquel dos Passos - Fundação de Turismo de MS TURISMO - A RETOMADA
Fundação de Turismo participa de ação promocional nos principais mercados emissores da Europa
BONITO - NOTA DE PESAR BONITO - MS - LUTO
BONITO: Prefeitura decreta luto oficial de 3 dias pela morte do ex-prefeito Odilson Soares
Foto: Bonitomais BONITO - MS - LUTO
Ex-prefeito de Bonito, Odilson Soares, morre aos 76 anos
De folga, socorrista morre após colisão entre carro e carreta em rodovia de MS  Foto: Redes sociais TRAGÁDIA NAS ESTRADAS
Homem que morreu em acidente era socorrista da CCR MS Via, ele estava de folga
FOTO: PMA DE BONITO E JARDIM AÇÃO DA PMA DE BONITO E JARDIM
PMA de Bonito e Jardim desmontam acampamento e autuam 02 Catarinenses pescando ilegalmente
Motorista não resistiu e carona foi encaminhado ao hospital - Fotos: Cido Costa ACIDENTE NAS ESTRADAS
Acidente entre carro e carreta deixa um morto e outro ferido em MS