Menu
KAGIVA
quinta, 21 de junho de 2018
ITALÍNEA DOURADOS
Busca
Bonito

Prefeito de Bonito cobra regulamentação de repasses federais para a Saúde

2 Mar 2011 - 10h05Por Boni Miranda /Bonito Informa

O prefeito municipal de Bonito, Odilson Soares (PSDB), que substitui o prefeito titular José Arthur (PMDB), que se encontra de férias, reafirmou nesta semana que a área da Saúde é prioridade para a administração local e de fundamental importância para o bem estar e a qualidade de vida da população.

“Precisamos, no entanto, debater a área da Saúde de uma forma mais ampla para definir com clareza a responsabilidade de cada esfera de poder envolvida, municipal, estadual e federal no financiamento do setor”, alertou Odilson, lembrando que a relação direta com a população faz com que as prefeituras sejam mais sacrificadas, independente dos seus esforços.

O prefeito Odilson Soares lembrou que sua posição repercute a mensagem do Executivo apresentada pelo prefeito licenciado José Arthur na reabertura dos trabalhos da Câmara Municipal. Ela afirma que é preciso que a emenda constitucional número 29 seja regulamentada para que o Governo Federal tenha também a obrigação de efetuar um repasse financeiro claramente definido para a Saúde. Hoje, de acordo com a Constituição, apenas os Estados têm obrigação de investir, no mínimo, 12% das receitas correntes líquidas em saúde, e os municípios, pelo menos 15%. A União não tem um teto definido e claro.

De acordo com a administração embora o serviço de saúde em Bonito não seja ainda totalmente satisfatório os investimentos têm aumentado. No ano de 2008 á Prefeitura Municipal aplicou 19,64% das receitas locais no setor, em 2009 aplicou 21,63% e em 2010, 23,98%, percentual 60% maior do que os 15% exigidos. Também foram aprimorados os serviços e a qualificação dos profissionais.

Deixe seu Comentário

Leia Também

BONITO - MS
SENAR vai realizar curso de Produção de Alimentos Saudáveis em Bonito
EM MS
Eleitores já podem se cadastrar para atuar como mesários
OPERAÇÃO OIKETICUS
Cheque da desembargadora Tânia Borges é encontrado em investigação do Gaeco
NARCOTRÁFICO
Paraguai destrói 107 acampamentos com 318 toneladas de maconha na fronteira
BELEZAS NATURAIS DE MS
Isto é Mato Grosso do Sul: o novo vídeo que retrata as belezas do MS
DEFESA SANITÁRIA
MS apresenta situação da fronteira na reunião que discute a retirada da vacina contra aftosa
DEU RUIM
Golpe do 'Mercado Livre'
OPORTUNIDADES DE EMPREGOS
Terminam hoje inscrições de processo seletivo da UFMS para 48 vagas
TEMPO E TEMPERATURA
Inverno começa seco e quente em Mato Grosso do Sul
APROVADA NO SENADO
Governo de Mato Grosso do Sul é contrário à venda direta do etanol