Menu
ITALÍNEA DOURADOS
quinta, 15 de novembro de 2018
KAGIVA
Busca

Índios terena avançam e montam acampamento na divisa de fazendas

13 Mai 2011 - 09h49Por Campo Grande News

Cerca de mil índios terena que invadiram a Fazenda 3R, na região de Sidrolândia na última terça-feira (10) avançaram e estão acampados na divisa da 3R com a Fazenda Buriti. Os indígenas da aldeia Buriti estão na expectativa de uma reunião em Brasília, com a diretoria de Assuntos Fundiários da Funai.

Segundo o coordenador regional da Funai (Fundação Nacional do Índio), Edson Fagundes, que inclusive foi feito refém essa semana, a reunião com a diretoria de Assuntos Fundiários em Brasília está na fase de agendamento, mas ainda sem data definida.

Os índios reivindicam 17 mil hectares de terra da região e há especulações de que eles invadam mais propriedades. O proprietário da Fazenda Buriti, Edmundo Bacha disse ao Campo Grande News que os índios estão armados com espingardas. Produtores rurais afirmam que o grupo acampado na divisa esteja a dois quilômetros da propriedade.

Sobre a possibilidade de fechar a estrada que dá acesso às fazendas, Edson Fagundes diz que isso é uma decisão deles. “Não podemos informar. Isso parte deles, quando definem a situação, vão lá e fazem”, acrescenta.

 

O proprietário da Fazenda 3R, Roberto Bacha afirmou que a situação permanece a mesma, sem confrontos, mas também sem avanços na negociação. O proprietário pode entrar com o pedido de reintegração de posse ainda hoje.

Invasão - os indígenas invadiram a propriedade na noite de terça-feira (10) para reivindicar que o processo de demarcação na região, distribuídos em três fazendas, seja acelerado.

Os terena dizem “não suportar mais” a espera pela demarcação, vivendo em uma área homologada de aproximadamente 2 mil hectares em Sidrolândia e Dois Irmãos do Buriti. Os indígenas são das aldeias Córrego do Meio, Lagoinha e Buriti.

No local, os indígenas afirmam que se os brancos não cumprirem a lei, eles vão fazer do jeito deles. Produtores rurais da região asseguram que se não houver solução pacífica, um confronto será inevitável.

Na terça-feira os indígenas fizeram reféns o coordenador regional da Funai/MS (Fundação Nacional do Índio), Edson Fagundes e o chefe de Meio Ambiente da Fundação, Ricardo Araújo,

Deixe seu Comentário

Leia Também

A FAZENDA 10
A Fazenda 10: Rafael Ilha chora ajoelhado na frente das vacas, entenda o que aconteceu
FORA DA POLÍTICA
Procurador, Sérgio Harfouche nega candidatura e confirma desfiliação da política
NOVA NOVELA DA GLOBO
Ela viu o noivo usar a própria festa para se casar com outra, em nova novela da Globo
GOVERNADOR DO MS EM BRASÍLIA
Carta de governadores a Bolsonaro tem 4 propostas apresentadas por Reinaldo
CELEBRIDADES
Paula Fernandes tentou suicídio, faz triste desabafo e revela o motivo
BONITO - MS - TRABALHO LEGISLATIVO
Confira o trabalho do seu vereador durante sessão ordinária da Câmara de Bonito (MS)
BONITO - MS - DURANTE SESSÃO
Na Tribuna, Vereador pede novos cursos para a UFMS de Bonito (MS)
FATALIDADE - QUE DÓ!!!
Cavalo morre eletrocutado ao passar por rua em obras
CAMPO GRANDE - CASO DE POLÍCIA
Consideradas desaparecidas, adolescentes são encontradas trancadas em quarto em bairro na Capital
MEIO AMBIENTE
Segue para 2° votação projeto que proíbe pesca do dourado em MS