Menu
KAGIVA
sexta, 25 de maio de 2018
ITALÍNEA DOURADOS
Busca
POSTO PRAÇA

Gastos com idosos devem duplicar até 2050

20 Mai 2011 - 16h17Por Folha.com

Os gastos que os países-membros da OCDE (Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico) direcionam para o cuidado de idosos dependentes vai duplicar, e talvez até triplicar até 2050, alertou nesta quarta-feira o organismo em comunicado divulgado à imprensa.

Segundo a organização --grupo formado pelos 34 países mais ricos do planeta--, é preciso melhorar a gestão do atendimento e os cuidados oferecidos aos idosos, pois há uma expectativa de que a população de 80 anos ou mais passe dos atuais 4% da população total dos países-membros para 10% até 2050.

Em 2008, os gastos com cuidados de pessoas dependentes representou, em média, uma fatia de 1,5% do PIB dos países OCDE.

Contudo, os gastos variaram enormemente, indo de 0,1% em Portugal até 3,6% na Suécia.

Diante desta situação, o mexicano Angel Gurría, secretário-geral da OCDE, aconselha os países a revisarem as políticas atuais já que, segundo ele, elas carecem de coerência em muitos dos países-membros.

Segundo Gurría, é preciso "otimizar os gastos" e "dar respaldo às famílias que constituem a espinha dorsal dos dispositivos de cuidados de longa duração".

Atualmente, segundo o censo da OCDE, cerca de 70% das pessoas dependentes recebem cuidados em seu próprio domicílio, o que é menos custoso que o cuidado em instituições que, mesmo menos utilizadas, absorvem 62% dos gastos totais.

Entre os membros da OCDE, mais de um adulto em cada dez se ocupa de uma pessoa dependente, avalia a organização.

Contudo, o informe indica que cuidar de um dependente tem consequências para as pessoas que o fazem, já que estes têm maiores gastos e sofrem uma probabilidade maior de "padecer de problemas mentais 20% mais elevada que o restante da população".

Para a OCDE, "não é desejável que se implique demasiadamente os familiares nestas tarefas".

Para a organização, além de reforçar a ajuda aos dependentes, "vários países devem reforçar o setor formal e efetuar reformas para atrair mais mão de obra neste setor".

Os profissionais do setor (enfermeiras, auxiliares, etc.) representam atualmente entre 1% e 2% da população ativa e esses números também devem duplicar até 2050, estima a OCDE.

Deixe seu Comentário

Leia Também

BONITO - MS - COPA COM TV NOVA
OKA vai sortear 02 TVs de 60 polegadas em comemoração ao aniversário de 4 anos em Bonito
GREVE DOS CAMINHONEIROS
#AGORA: Temer aciona Exército 'forças federais' para desbloquear estradas
BONITO - MS - SERVIÇOS PODEM SER SUSPENSOS
Greve dos caminhoneiros: Prefeitura deve suspender serviços a partir de segunda-feira em Bonito (MS)
BONITO - MS - NA TRIBUNA
Vereador quer Audiência da Sanesul para prestação de contas à população em Bonito (MS)
BONITO - MS - TRABALHO LEGISLATIVO
Câmara aprovou requerimentos e indicações, confira o trabalho do legislativo em Bonito (MS)
ABUSO NO PREÇO DA GASOLINA
Caminhão é incendiado por manifestantes durante protesto contra aumento de combustível
JARDIM - MS - AÇÃO POLICIAL
Força Tática apreende 316 quilos de maconha em Jardim (MS)
GREVE CONTINUA
Caminhoneiros desmentem acordo com Governo e mantêm paralisação na Capital
ACORDO FEITO COM CAMINHONEIROS
Governo e caminhoneiros chegam a acordo para trégua de 15 dias
GREVE PELO BRASIL
Juiz autoriza uso das Forças Armadas para retirar caminhoneiros da BR-101