Menu
mutantes
sbado, 20 de abril de 2019
ASSOMASUL MARÇO
Busca
AGÊNCIA BONITO THIAGO

Brasil vai colocar mais água na gasolina e importar álcool

26 Mar 2011 - 13h47Por Folha.com

Em nova tentativa de conter a escalada de preços dos combustíveis, a ANP (Agência Nacional do Petróleo) autorizou o aumento na quantidade de água no álcool anidro, que é misturado à gasolina vendida nos postos, informam José Ernesto Credendio e Leila Coimbra, em reportagem na Folha deste sábado (a íntegra está disponível para assinantes do UOL e do jornal).

A mudança, temporária, visa permitir a importação de álcool dos Estados Unidos.

1% de água, que é a especificação no exterior. Antes, no Brasil, o teor máximo era de 0,4%. O limite para o etanol ser considerado anidro é 1% de água.

No longo prazo, a mudança pode ser prejudicial ao motor.

A medida vale até 30 de abril, quando termina a entressafra de cana no centro-sul. Conforme resolução publicada pela ANP, o teor real de etanol no combustível cai de 98% para 92,1%.

Os 200 milhões de litros comprados dos EUA por produtores nacionais serão misturados à gasolina.

A mudança não afeta o álcool combustível (hidratado), vendido nos postos.

ESCALADA DE PREÇOS

O álcool manteve a escalada de preços nesta semana nos postos de São Paulo e chegou a R$ 2,80 por litro, segundo outra reportagem da Folha de hoje. O preço médio registrado pela pesquisa semanal da Folha foi de R$ 2,19 por litro, com alta de 20% em 30 dias.

A tendência de alta do álcool, no entanto, pode estar no fim. O hidratado já sai das usinas com preços menores do que há uma semana.

É o que mostram os valores de negociações do hidratado em Paulínia, conforme dados do Cepea. Demanda menor e oferta maior vão derrubar os preços.

IMPORTAÇÃO

Um carregamento de gasolina importado pela Petrobras chegará ao Brasil até o dia 15 de abril para garantir o fornecimento ao aquecido mercado doméstico, informou à Reuters ontem o diretor de abastecimento da estatal, Paulo Roberto Costa.

Segundo ele, a gasolina será armazenada e utilizada em caso de necessidade. "A gente vai trazer e armazenar. Se precisar usa, se não precisar não usa", disse o executivo. "No ano passado a gente importou para 10 dias, não deve ser muita coisa diferente disso", afirmou.

No ano passado a Petrobras importou 3 milhões de barris de gasolina de várias origens no início do ano, o que não fazia há cerca de 40 anos, também em função de um mercado interno aquecido.

Costa informou que as refinarias da empresa estão trabalhando a plena capacidade e produzindo 380 mil barris diários de gasolina, totalmente absorvidos pela demanda interna.

"Estamos produzindo o máximo de gasolina em todas as nossas refinarias e se verificarmos que o estoque está abaixando e que precisa importar, iremos importar", afirmou Costa.

Deixe seu Comentário

Leia Também

PUXÃO DE ORELHA NA PETROBRAS
Em áudio, Onyx diz que governo deu 'uma trava na Petrobras', caminhoneiros podem ficar sossegados
BONITO - MS - AÇÃO POLICIAL
Quatro menores é pego pela PM tentando assaltar com arma de brinquedo em Bonito (MS)
FERIADO
Sexta-feira Santa é o dia de celebrar a morte de Cristo
CIDADES
Imagens de satélite denunciam desmatamento durante Operação Semana Santa em Nioaque
POLÍCIA
Amigos param para consertar carro e encontram corpo de mulher na BR-262
BONITO - MS
Bonito – Serra da Bodoquena: a natureza surpreendente continua linda e precisa ser preservada sempre
PARCERIA
Indígenas do MS comemoram conquista do espaço no mercado de trabalho em lavouras de maçã de SC e RS
GERAL
Transporte intermunicipal permite levar cães e gatos, mas é preciso observar regras
POLÍCIA
Procurado por homicídio em MS morre em confronto com a polícia no Paraná
AÇÕES DO GOVERNO DO MS
Governador Reinaldo Azambuja levou acesso à saúde para dentro das aldeias de MS