Menu
BANNER ANNA
sbado, 19 de outubro de 2019
BONITO CÂMARA OUTUBRO 2019
Busca
BONITO AGUAS DE BONITO
ATREVÉS DA ARTE

Alunos do Rede Solidária expõem ações de combate ao abuso e exploração sexual infantil

3 Jun 2019 - 13h12Por DA REDAÇÃO

Após um mês de atividades pedagógicas e de conscientização sobre o combate ao abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes em alusão ao Maio Laranja, alunos do Programa Rede Solidária, desenvolvido pelo Governo do Estado, expuseram os trabalhos desenvolvidos a parir das ações nas duas unidades do projeto.

As crianças e adolescentes foram encorajados através da arte de expor o que eles aprenderam com as atividades do Maio Laranja, abordadas através de atividades lúdicas, gincanas, palestras e rodas de conversas. “É a primeira vez que abordamos o tema intensamente dentro do projeto, nosso intuito foi resgatar em nossos alunos, que vivem em situação de vulnerabilidade também quando o assunto é violência, a importância de ser criança, de ter a infância preservada, a consciência de que o corpo é inviolável, que muitos não têm essa referência”, observa Cristina Meza, Diretora da Unidade I do Programa Rede Solidária.

De acordo com Cristina, na Unidade I do projeto localizado no bairro Dom Antonio Barbosa, as crianças produziram desenhos individuais e depois houve uma seleção. “Em cada oficina de fortalecimento de vínculos cada crianças produziu seu desenho, no Dia das Mães houve uma votação e entre os 270 desenhos foram escolhidos 25 para serem ampliados e transformados em uma obra de arte”, conta. Um desses desenhos foi o do aluno Michel Surubi da Silva, de 7 anos. Sua mãe, Gisele Surubi, conta que o menino sempre gostou de desenhar e após a seleção do seu desenho aflorou ainda mais a vontade de ser desenhista. “Em casa ele desenha muito, e agora depois da exposição disse que quer ser desenhista”, relata. Para Michel o desenho representa a defesa do tubarão. “Ele está de boca aberta, cuspindo fogo, porque precisa se defender do barco que está atacando ele”, conta o menino. 

“As atividades e desenhos são muito ricos em detalhes e com olhar mais sensível é possível ver como eles entenderam o assunto. Como a violência faz parte do cotidiano da maioria dos nossos alunos trabalhamos com bastante atividades lúdicas, de resgate a infância, as brincadeiras, ensinando que o corpo da criança foi feito para brincar”, explica Elisângela Ferreira, pedagoga da Unidade II do programa no bairro Noroeste.

Segundo Amirtes Carvalho, Coordenadora Pedagógica do Programa Rede Solidária, o próximo passo é consolidar o trabalho desenvolvido através de ações durante todo o ano. “A partir dessas ações foram levantadas várias questões sociais que precisam ser fortalecidas em nossas crianças e adolescentes, para isso já iniciamos parceria junto a Sedhast, através da Superintendência de Assistência Social, para levar até nossas unidades palestras e oficinas para consolidar o trabalho iniciado, para que essas crianças e jovens se sintam capazes de se defender e ter a convicção de seus direitos e deveres como cidadãos de direito”.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

BONITO - MS - VEJA FOTOS
BONITO: Prefeito entrega certificados de curso de aprimoramento profissional, VEJA AS FOTOS
NAS ESCOLAS DO MS
Lei obriga escolas estaduais a hastearem bandeira e cantar hino toda semana em MS
BONITO - MS - ATENÇÃO ZUMBEIROS
Aula de Zumba no CMU vai abordar a Campanha Outubro Rosa em Bonito (MS)
ENEM
Cartões com os locais de prova do Enem já estão disponíveis
BONITO - MS - CONGRESSO
Bonito (MS) recebe o VIII Congresso Brasileiro de Enfermagem Pediátrica
BONITO - MS - TURISMO
Bonito (MS) mantém fluxo e supera 2016 em passeios visitados
BONITO - MS - PROGRAMA CENTELHA
Bonito e mais 24 cidades de MS passam para próxima fase do Programa Centelha, 60 mil reais em jogo
BONITO - MS - DISK LÂMPADA
Tem lâmpada queimada aí?, Prefeitura disponibiliza número telefônico para informar em Bonito (MS)
MS 42 ANOS - BONITO - PANTANAL
MS 42 ANOS O binônimo Bonito/Pantanal, de mergulhos a cavalgadas
BONITO - MS - NA TRIBUNA
Lúcia solicita treinamento de primeiros socorros a motoristas de ambulâncias e transporte escolar