Menu
BANNER ANNA
quinta, 4 de junho de 2020
Busca
POLONIO IMÓVEIS
TURISMO

Rota de cachoeiras, atrativo celebra 20 anos cercado de belezas naturais em Bonito

11 Jun 2019 - 16h07Por Paulo Nonato de Souza
Uma das cachoeiras da Estância Mimosa, em Bonito (Foto: Hudson Garcia)Uma das cachoeiras da Estância Mimosa, em Bonito (Foto: Hudson Garcia)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Passeios em trilhas, banhos em cachoeiras de águas cristalinas e contemplação de animais silvestres em 272 hectares de belezas naturais às margens do Rio Mimoso. É o que você vai encontrar na Estância Mimosa Ecoturismo, uma RPPN (Reserva Particular do Patrimônio Natural), distante 24 km em relação ao centro de Bonito, um dos destinos turísticos mais conhecidos e mais visitados na região da Serra da Bodoquena, a 297 km de Campo Grande.

 

A fazenda tem mais de 250 espécies de aves catalogadas. No passeio você tem a oportunidade de avistar aves como o udu-de-coroa-azul, considerada ave símbolo de Bonito, tiriba-fogo, pipira-vermelha, rapazinho-do-chaco, pica-pau-louro, jaó, aracuã, sanã-parda e joão-pinto, além de uma grande variedade de animais silvestres, desde macaco prego, anta, tamanduá, quati, capivara e veado.

Os animais chamam a atenção, mas as cachoeiras também encantam os turistas. E são muitas, nove no total, cada uma mais interessante que a outra, como a Cachoeira Mutum, a Cachoeira do Desejo, Cachoeira da Água Doce, Cachoeira do Sinhozinho, Cachoeira do Saí-Andorinha e a Cachoeira do Sol, além de quatro mirantes para contemplação da morraria da Serra da Bodoquena.

O passeio ainda inclui almoço a base de comida regional preparada em fogão à lenha. “Mais que um passeio, a Estância Mimosa é um lugar multiplicador de boas práticas sócio ambientais que contribui para que Mato Grosso do Sul e o Brasil sejam cada vez mais um destino de turismo sustentável”, disse Simone Spengler Coelho, diretora do atrativo.

 
Cavalgadas pela propriedade acompanhadas de guia é uma das atrações do passeio (Foto: Beto Nascimento)Cavalgadas pela propriedade acompanhadas de guia é uma das atrações do passeio (Foto: Beto Nascimento)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

História – A fazenda era reduto de criação de gado até 1998, quando foi adquirida pelo seu atual proprietário, Eduardo Folley Coelho. Desde então começou a ser preparada e estruturada para receber turistas, e estreou sua nova atividade em junho de 1999.

 

Aberta em 1999 para visitação, a propriedade está comemorando 20 anos de atividades neste mês de junho como um passeio que encanta pelo contato intenso com a natureza. A paisagem é singular e a programação de caminhadas por 2,8 km de trilhas em meio à vegetação do cerrado, contemplação de aves, cavalgadas e mergulhos em piscinas naturais, por exemplo, com certeza vão fazer você esquecer a correria da vida urbana.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Lei sancionada pelo governador define 12 de novembro como Dia do Pantanal DIA DO PANTANAL - MS
Lei sancionada pelo governador define 12 de novembro como Dia do Pantanal
Avenida central de Bonito - MS PREVISÃO PARA SEMANA
Frente fria derruba temperaturas novamente nesta segunda-feira que terá semana gelada em Bonito (MS)
BONITO - MS - APROVADO
Prefeitura aprova Protocolo de Biossegurança. Confira aqui o documento na íntegra
BONITO - MS - CANCELADA
Por conta da pandemia, organização cancela edição da Cavalgada de Bonito (MS)
BONITO - MS - NO GABINETE
ABH entrega protocolo de Biossegurança e destaca intenção de abrir somente em julho em Bonito (MS)
BONITO - MS - OKA - 06 ANOS
Oka Pisos e Acabamento comemora 06 anos e agradece a população pelo acolhimento em Bonito (MS)
BONITO - MS - POUSADAS E AGÊNCIAS FECHANDO
Em Bonito (MS), Empresários não conseguem acesso ao crédito, diz secretário Augusto Mariano
BONITO - MS - NOVO DECRETO
Novo decreto prevê reabertura de hotéis e atrativos a partir de 1º de junho em Bonito (MS)
BONITO - MS - NOTA AGTB
Associação de Guias de Bonito MS divulga Nota de reprovação de delitos e ofensas e discurso de ódio
BONITO - MS - OBRA TEM QUE PARAR
Justiça acata recurso e manda parar obra de 200m² próxima à Gruta do Lago Azul em Bonito (MS)