Menu
quarta, 21 de outubro de 2020
Busca
ZAP INFORMÁTICA
PANDEMIA NO MS

Prefeitura pagou R$ 1,6 milhão por leitos hospitalares da rede privada na pandemia em MS

Prefeitura pagou R$ 1,6 milhão por leitos hospitalares da rede privada na pandemia em MS

15 Out 2020 - 15h23Por André Bento - Dourados News

A Prefeitura de Dourados já pagou R$ 1.693.951,02 pelo uso de leitos hospitalares da rede privada destinados a pessoas diagnosticadas com o novo coronavírus. Até quarta-feira (14), dos 616 casos ativos da doença no município, havia 36 internações. Já a taxa global de ocupação de UTIs (Unidades de Terapia Intensiva), que inclui pacientes de outras cidades, chegou a 86%.

No início da pandemia, foram feitas duas contratações que totalizaram R$ 3.425.400,00 via dispensa de licitação, modalidade de compras autorizada por força do Decreto nº 2.477, de 20 de março de 2020, por meio do qual a prefeita Délia Razuk (sem partido) declarou situação de emergência e também autorizou a contração temporária de pessoal para atendimento da demanda emergencial.

Dourados News apurou no portal da transparência do município que até agora apenas a Associação Beneficente Douradense, mantenedora do Hospital Evangélico, recebeu pagamentos.

No detalhamento da execução das despesas referentes ao enfrentamento de emergência da Covid-19 constam R$ 3.642.539,28 empenhados (valor reservado para efetuar um pagamento planejado), R$ 2.948.892,62 liquidados (referentes a serviços contratados e já executados) e R$ 2.944.639,28 efetivamente pagos.

Porém, especificamente sobre a disponibilização de leitos de UTI adulto tipo II e clínicos de retaguarda em virtude da pandemia, foram empenhados R$ 2.391.851,02, liquidados R$ 1.698.204,36 e pagos R$ 1.693.951,02.

No contrato com vigência de 8 de junho deste ano a 4 de janeiro de 2021, cujo valor global é de R$ 2.282.400,00, o objeto descrito é a contratação da Associação Beneficente Douradense através do Hospital Evangélico para a execução de serviços médicos hospitalares visando a disponibilização de 10  leitos de UTI adulto tipo II, e 10  leitos clínicos de retaguarda, sempre que houver necessidade de ocupação por estarem demais leitos credenciados ao sus ocupados em virtude da pandemia de Covid-19.

Já o Hospital Santa Rita Ltda. teve a seu favor R$ 1.143.000,00 apenas empenhados, sem informações sobre montantes liquidados ou pagos. Esse total, por sua vez, corresponde ao contrato vigente de 26 de maio a 22 de dezembro de 2020, que prevê execução de serviços médicos hospitalares visando a disponibilização de cinco leitos de UTI adulto tipo II, e cinco leitos clínicos de retaguarda, sempre que houver necessidade de ocupação por estarem demais leitos credenciados ao sus ocupados em virtude da pandemia de Covid-19.

Deixe seu Comentário

Leia Também

BONITO - MS - TEM ÁGUA AÍ?
TEM ÁGUA AÍ?: Troca de bomba pode deixar 02 bairros sem água até às 17h em Bonito (MS)
Vacina está sendo desenvolvida pela China com o Butantan (Foto: Butantan/Divulgação) VACINA - TUDO CANCELADO
CORONAVAC: Bolsonaro atravessa acordo e avisa que não comprará vacina chinesa
AÇÕES DO GOVERNO DE MS
Estado licita mais uma obra de implantação do corredor rodoviário no Pantanal
VACINA NO MS - CORONAVÍRUS
Em reunião virtual com governadores, Ministério da Saúde anuncia distribuir vacina contra Covid-19
Frigolon em Santa Rita do Pardo. (Foto: Divulgação | Sebrae-MS) FRIGORÍFICOE CORONAVÍRUS
Com 17 casos de covid-19, frigorífico deve testar todos os funcionários
BONITO - MS - CORONAVÍRUS ENTRE POLICIAIS
Casos de coronavírus entre policiais militares são rastreados em Bonito (MS)
BONITO - MS - SANESUL INFORMA
Confira os bairros que poderá faltar água com previsão de voltar até às 19h em Bonito (MS)
COVID-19
Bonito registra mais 7 novos casos de covid-19
BONITO - MS - CORONAVÍRUS
Quase metade dos PMs testam positivo para coronavírus após feriadão em Bonito (MS)
COVID-19
Bonito registra mais 4 novos casos de covid-19