Menu
sŠbado, 19 de setembro de 2020
Busca
BONITO AGUAS DE BONITO
VOLTA AS AULAS

Prefeitura confirma aulas presenciais nas escolas particulares a partir de 21 de setembro

Prefeitura confirma aulas presenciais nas escolas particulares a partir de 21 de setembro

14 Set 2020 - 21h17Por Correio do Estado

A prefeitura de Campo Grande publicou nesta segunda-feira (14), decreto que confirma o retorno das aulas presenciais de berçários e escolas particulares de ensino infantil, no próximo dia 21 deste mês.  

Segundo a publicação, a medida pode ser revogada caso a cidade registre avanço no número de infecções ou mortes ocasionadas pela pandemia do novo coronavírus (Covid-19).

Conforme o primeiro parágrafo, o decreto prevê que “o retorno das aulas presenciais na rede particular de ensino, no âmbito do município de Campo Grande, será gradual e obedecerá ao cronograma a ser estabelecido em ato do Chefe do Executivo, em estrita observância às regras estabelecidas neste Decreto”.

Sobre o ensino fundamental, médio e superior, bem como cursinhos pré-vestibulares, o possível retorno será gradual e dependerá da avaliação como está sendo a volta dos estudantes na formação de base.  

“Fica autorizado o retorno da Educação Infantil e Berçário a partir do dia 21 de setembro de 2020, e os demais em data a ser definida, após avaliação da equipe de análise do retorno das aulas presenciais”, diz o documento.

O termo de compromisso das instituições deverá ser protocolado, em duas vias, na sede da Coordenação de Vigilância Sanitária, situada na Rua Antônio Maria Coelho, n. 76, Vila Planalto.

Para o funcionamento das aulas será necessário que as escolas apliquem uma capacidade máxima de 30% dos alunos por sala de aula, distanciamento de 1,5 metros entre as carteiras, os horário de entrada e saída deverão ser escalonados para evitar aglomerações, disponibilizar dispositivos de álcool em gel para limpeza das mães, carteiras e outros utensílios deverão ser constantemente higienizados, entre outros pontos.

Punição
O descumprimento das medidas deste decreto poderá acarretar a responsabilização civil, administrativa e penal dos agentes infratores. “Caso o descumprimento das medidaos for flagrado pelos órgão de Saúde Municipal, os proprietários poderão responder por crimes contra a saúde pública e contra a administração pública em geral, tipificados nos artigos 268 (crime de contágio) e 330 (crime de desobediência), ambos do Código Penal, sem prejuízo de outras sanções previstas na Lei Complementar n. 148, de 23 de dezembro de 2009, que institui o Código Sanitário do Município de Campo Grande”, explicou o documento.

Acordo
O acordo foi firmado no último dia 3 deste mês em reunião no Ministério Público de Mato Grosso do Sul (MPMS). Como anunciado na data, a medida serve apenas para unidades de ensino de Campo Grande e não se estende às escolas da Rede Municipal de Ensino (REME), que permanecem sem previsão de retorno das aulas presenciais.

Deixe seu Coment√°rio

Leia Também

BONITO - MS - BOLETIM COVID-19
Homem de 64 anos é a 7ª vítima de coronavírus em dia de mais 05 confirmados em Bonito (MS)
FOGO NO PANTANAL
Governo reduz focos de incêndio no Pantanal de MS e controla fogo no Parque Estadual do Taquari
SEM CONTROLE
SEM CONTROLE: Aquidauana registra 52 óbitos e 1805 casos confirmados de Covid-19
COVID-19
Bonito registra mais 11 novos casos de covid-19
COVID-19
MS ocupa h√° mais de um m√™s o 1¬ļ lugar no ranking de transpar√™ncia nacional sobre coronav√≠rusMato Gro
COVID-19
Bonito registra mais 7 novos casos de covid-19
FRENTE FRIA CHEGANDO
Frente fria traz chuva e muda o tempo no fim de semana em Mato Grosso do Sul
A√á√ēES DO GOVERNO DE MS
Governo de MS isenta de ICMS produtos contra Covid-19 doados à Justiça Eleitoral
LUTO NO MS
Ex-secretária de Administração, Thie Higuchi morre vítima da covid
LUTO NA M√öSICA
Cantor Parrerito, do Trio Parada Dura, morre vítima de covid-19