Menu
BANNER ANNA
quinta, 27 de fevereiro de 2020
Busca
BONITO AGUAS DE BONITO
SAÚDE

Novo câncer de pulmão de Ana Maria Braga é mais agressivo e não pode ser operado

Novo câncer de pulmão de Ana Maria Braga é mais agressivo e não pode ser operado

27 Jan 2020 - 16h52Por FERNANDA LABATE - VIX

Durante o encerramento de seu programa desta segunda-feira (27), Ana Maria Braga revelou que está enfrentando um novo câncer, pegando fãs de surpresa e gerando uma onda de comoção e apoio à apresentadora do "Mais Você" nas redes sociais.

Ana Maria Braga já enfrentou o câncer em diversas situações: primeiro um de pele, em 1991; depois um tumor colorretal, em 2001; e dois tumores pequenos no pulmão, em 2015. Agora, a apresentadora afirmou que está com um novo câncer no pulmão, desta vez mais grave do que os anteriores.

Ana Maria está com câncer no pulmão de novo

ana maria braga desfile balmain paris 0919 1400x800RICARDO AUGUSTO/DIVULGAÇÃO

Nesta segunda-feira (27), a apresentadora encerrou o “Mais Você” (Rede Globo) de forma diferente, tomando um tempo para revelar que, novamente, está lutando contra um câncer. No relato, ela relembrou os tumores anteriores que teve no pulmão - um tratado com cirurgia e outro com radiocirurgia - e afirmou que o tratamento para o novo tumor já está encaminhado.

“Agora, infelizmente, eu fui diagnosticada com outro câncer de pulmão, é adenocarcinoma o nome científico, semelhante aos outros, mas que é mais agressivo e não é passível de cirurgia ou de radioterapia”, compartilhou Ana Maria, afirmando que, desta vez, dadas as circunstâncias, o tratamento ao qual ela está sendo submetida é o de quimioterapia atrelada a imunoterapia.

ana maria braga 0120 1400x800 1GLOBOPLAY

Conforme contou a apresentadora, o primeiro ciclo do tratamento foi realizado recentemente, três dias antes de ela fazer a revelação sobre o novo câncer no pulmão, e que ela decidiu tocar no assunto porque não sabe se em algum momento estará muito debilitada pelas medicações para comandar o programa. A primeira dose, porém, não a deixou mal, e ela está confiante quanto à cura.

“Quem está me tratando é meu médico de sempre, Dr. [Antonio Carlos] Buzaid. Ele disse que entrou nessa briga comigo da mesma forma que entrou nas outras: entrou para ganhar, e eu não tenho dúvida nenhuma que eu vou ganhar mais essa briga”, afirmou Ana Maria, que recebeu inúmeras mensagens de apoio nas redes sociais após a revelação.

ana maria braga bial 3 0619 1400x800REPRODUÇÃO/REDE GLOBO

Adenocarcinoma pulmonar: o que é

O adenocarcinoma revelado é, de acordo com informações do Hospital A.C. Camargo, um dos subgrupos entre os quais se dividem os cânceres de pulmão. A doença é classificada entre câncer de pulmão de células pequenas ou de células não pequenas, sendo o adenocarcinoma um dos subtipos da segunda categoria.

Ele representa 40% dos casos de câncer de pulmão e começa nos alvéolos, estruturas que realizam a hematose, ou seja, a troca gasosa que ocorre durante a respiração. Ao chegar nestas estruturas, o oxigênio é transferido do pulmão para o sangue, enquanto o gás carbônico presente no sangue dos capilares que envolvem os alvéolos são difundidos por eles.

adenocarcinoma pulmonar cancer pulmao 0120 1400x800KATERYNA KON/SHUTTERSTOCK

De acordo com o Instituto Nacional do Câncer (INCA), o câncer de pulmão é o segundo mais frequente no Brasil (independente do tipo), perdendo apenas para o câncer de pele não melanoma. Em escala global, porém, ele é o primeiro mais frequente e mais mortal desde 1985 - e, em 85% dos casos, ele está associado ao tabagismo.

Segundo a oncologista Clarissa Mathias, do Grupo Oncoclínicas, o câncer de pulmão é algo mais comum de se diagnosticar a partir dos 60 anos de idade e que possui uma relação bastante direta com o tabagismo. "Cerca de 90% dos casos são associados com tabagismo, apesar de ser um câncer que pode acontecer também em não fumantes", afirma a médica.

Além da grande influência do tabagismo sobre o aparecimento do câncer de pulmão, o INCA também cita o fumo passivo, a alta exposição à poluição ou certos componentes químicos, infecções pulmonares de repetição, fatores genéticos e histórico familiar como fatores de risco que podem ocasionar a doença, enquanto o A.C. Camargo lista ainda que ter histórico de radioterapia na região do tórax impulsiona estas chances.

Deixe seu Comentário

Leia Também

ALERTA NO MS
Tereré e narguilé podem espalhar coronavírus em MS
NATURAL DE BONITO (MS)
Natural de Bonito (MS), Homem de 69 anos comete suicídio em Sidrolândia
SAÚDE - NOTA OFICIAL
Confira a Nota oficial sobre caso suspeito de coronavírus em Ponta Porã
CORONAVÍRUS
Isolamento domiciliar em caso suspeito de coronavírus é previsto em MS
Campo Grande
Bebê nasce sem ânus em Campo Grande e família busca vaga para cirurgia
NÃO RESISTIU
Ex-prefeito de Amambai e secretário especial da Casa Civil não resiste e morre no Hospital
CORONAVÍRUS
Itália confirma terceira morte causada por coronavírus
CARNAVAL E TURISMO NO MS
Carnaval: Veja 6 destinos para descansar e contemplar as belezas de MS
BONITO - MS - ARRASTÃO CONTRA DENGUE
Saúde conta com apoio de professores e alunos em 'arrastão' contra dengue no Assentamento Guaicurus
BONITO - MS - AGRADECIMENTOS
Pacientes renais crônicos que fazem tratamento em Campo Grande homenageiam prefeito de Bonito (MS)