Menu
domingo, 26 de setembro de 2021
Busca
BONITO AGUAS DE BONITO JUNHO
BOLSA FAMÍLIA 2021

Novo Bolsa Família de R$ 300 pode ser financiado; veja como

24 Jul 2021 - 10h54Por Ester Farias / Direitos do Trabalhador

No fim de 2020, o presidente da república, Jair Bolsonaro, anunciou a reformulação do Bolsa Família. A intenção do chefe do executivo é ampliar o número de beneficiários, bem como o valor médio do programa social.

No entanto, o desafio maior é encontrar um meio para custear as novas propostas. Atualmente, o Bolsa Família atende 14,6 milhões de famílias em situação de extrema pobreza e pobreza. O valor do benefício varia conforme a composição familiar, todavia, a média do programa é R$ 192.

Como mencionado, o objetivo do Governo é aumentar o número de beneficiários e o valor médio concedido mensalmente. A expectativa é beneficiar mais 4 milhões de pessoas nos próximos meses, ampliando a renda de entrada das famílias extremamente pobres para R$ 100.

No que se refere ao novo valor médio do programa, o presidente pretende estabelece-lo em R$ 300, a partir da criação de novos abonos. Neste sentido, somente as famílias que cumprirem os requisitos dos novos benefícios terão o valor ampliado.

Confira as propostas de abonos do Governo Federal para o Bolsa Família:

  • Voucher creche: R$ 250;
  • Ajuda financeira de R$ 52 para as famílias carentes com crianças de até cinco anos;
  • Bônus anual para o melhor aluno: R$ 200;
  • Bolsa mensal de R$ 100 para o estudante destaque na área científica, tecnológica ou esportiva;
  • Prêmio anual de R$ 1 mil para alunos destaques em ciência e tecnologia ou em atividades esportivas;
  • Prêmio anual de R$ 200 para os melhores estudantes.

Com o anúncio do presidente referente a média de R$ 300, até os integrantes da equipe econômica se questionam de onde tirarão recursos para viabilizar a reformulação do programa social.

Como financiar o novo programa?

De acordo com o Secretário da Fazenda, Bruno Funchal, a ampliação do Bolsa Família irá reduzir a possibilidade de outros investimentos. Ele ressalta que o Orçamento Geral da União de 2022 terá uma folga de R$ 25 bilhões a R$ 30 bilhões.

Logo, a quantia será utilizada para bancar a reformulação do programa social. Contudo, devido a inflação, o teto de gastos deve subir de R$ 1,486 trilhão para R$ 1,610 trilhão.

Deixe seu Comentário

Leia Também

PREFEITO DE BONITO - JOSMAIL RODRIGUES BONITO - PROJETO GAROTO CIDADÃO
Projeto 'Garoto Cidadão' tem o objetivo de promover a inclusão social, prefeito comemora em Bonito
AÇÕES DO GOVERNO DE MS
Pavimentação de rodovia interligando os pantanais coloca Rio Verde no cenário nacional do turismo
RETOMADA DO TURISMO EM MS
Fundtur recebe inscrições no Programa "Incentiva+MS Turismo" até 5 de outubro
REDUÇÃO DO ICMS DA ENERGIA
Empresários comemoram redução de ICMS na conta de luz durante a bandeira de escassez hídrica
Foto: Wagner Guimarães / Arquivo ALEMS DEPUTADO RENATO CÂMARA
ALEMS convida para Semana Estadual do Idoso com programação online
ENERGIA ENERGIA MAIS BARATA NO MS
Governo de MS sanciona lei que reduz ICMS da energia elétrica para 1 milhão de unidades consumidoras
BONITO - MS - VISITA DO PRESIDENTE
Bolsonaro cancela vinda ao MS, presidente iria passar dia 1º de outubro em Bonito
BONIITO - PARCERIA
BONITO: Lâmpadas de LED e câmeras de segurança são destaques da parceria com Energisa e FIEMS
TRISTE REALIDADE
Rio Miranda sofre com assoreamento e corre risco de 'secar'
ICMS DA CONTA DE LUZ
Aprovado na Assembleia, projeto que reduz imposto da conta de luz