Menu
sexta, 7 de maio de 2021
Busca
BONITO AGUAS DE BONITO JANEIRO
VACINA NO MS - CORONAVÍRUS

Em reunião virtual com governadores, Ministério da Saúde anuncia distribuir vacina contra Covid-19

Em reunião virtual com governadores, Ministério da Saúde anuncia distribuir vacina contra Covid-19

20 Out 2020 - 18h00Por Paulo Fernandes, Subcom

Com várias vacinas contra a Covid-19 em estágio avançado de testes, o Ministério da Saúde assumiu nesta terça-feira (20) a responsabilidade de coordenar, adquirir e distribuir as doses para imunizar a população por meio do SUS (Sistema Único de Saúde). A informação do ministro Eduardo Pazuello agradou o governador de Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja, porque garante um tratamento igualitário a todos os brasileiros.

“É uma sábia decisão, ministro, trabalhando como Federação e o Ministério assumindo essa questão, acho que a gente tem a segurança de que vai chegar às 27 Unidades da Federação. É algo extremamente importante. Existia uma dúvida de como seria o encaminhamento. Parabéns para o senhor e para a sua equipe! Agora é torcer para o registro e validação dessas vacinas e que tenham bom resultado para salvar as vidas do povo brasileiro”, disse Reinaldo Azambuja.

O ministro da Saúde afirmou que o governo federal não quer fazer uma vacinação obrigatória, mas um grande plano de imunização nacional, com campanhas de conscientização à população. Pazuello participou de uma videoconferência com governadores e com representantes das empresas que estão à frente das pesquisas e testes sobre as vacinas, como a Fiocruz e o Butantan.

A Fiocruz apresentou alguns dados sobre a vacina Oxford da Astrazeneca. O valor da dose será de US$ 3,16, uma das mais baratas em estudo, segundo a empresa. E a previsão é de entrega de 210,4 milhões de doses em 2021. Participam dos testes 57 mil voluntários de sete países.

Ainda de acordo com a Fiocruz, há a garantia de produção nacional com transferência total de tecnologia e a previsão de entrega das primeiras 30 milhões de doses, com produção 100% nacional, é fevereiro de 2021. 

Já o presidente do Butantan, Dimas Covas, afirmou que há um acordo para fornecer 46 milhões de doses da Coronavac para o Brasil, sendo 6 milhões vindos da China e 40 milhões produzidos pelo Instituto, e que há possibilidade de aumento de produção.

O secretário de Saúde de Mato Grosso do Sul, Geraldo Resende, também participou da videoconferência.

Deixe seu Comentário

Leia Também

COVID-19
Covid: Com 70% dos pulmões comprometidos, Cabo Almi é intubado
BONITO - MS - VACINAÇÃO CONTRA COVID
ATENÇÃO BONITO: Neste sábado não haverá vacinação no Ginásio de Esportes
BONITO - MS - NOTA DE PESAR
Prefeito emite nota de pesar pelo falecimento do servidor aposentado Thomé Elson Duarte em Bonito
BONITO - MS - PRESTANDO CONTAS
Educação e Cultura entrega resultado do trabalho de 100 de gestão ao prefeito em Bonito (MS)
BONITO - MS - MONITORAMENTO
Turbidez e visibilidade da água do Rio Formoso no Balneário Municipal são monitorados em Bonito
BONITO - MS - TRABALHOS NÃO PARAM
Prefeitura realiza operação tapa-buraco nas ruas de vilas e bairros em Bonito (MS)
Tatyane Santinoni, Agepen AÇÕES DO GOVERNO DE MS
Para estruturação dos trabalhos, Agepen recebe mais uma viatura doada pelo Depen
PROTEÇÃO A MULHER
PROTEÇÃO A MULHER: Emenda proíbe que condenados por violência doméstica virem servidores
DEMTRAT BONITO - MS - TRANSPORTE
DEMTRAT está realizando inspeção e emissão de selo para o serviço de transporte turístico
CPI DA COVID NO SENADO
Pazuello entra em quarentena um dia antes de depor na CPI da Covid