Menu
sbado, 6 de junho de 2020
BANNER ANNA
Busca
POLONIO MEDICAL CENTER
JORNADA DE 08H MANTIDA

Decisão do TJ mantém atendimento de 8h à população nos órgãos estaduais

Decisão do TJ mantém atendimento de 8h à população nos órgãos estaduais

11 Jul 2019 - 17h23Por Paulo Yafusso

A jornada de trabalho dos servidores estaduais está mantida em 8 horas diárias, com a decisão proferida na tarde desta quinta-feira (11.7) pelo presidente do Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul (TJMS), desembargador Paschoal Carmello Leandro, suspendendo a liminar que permitia a jornada de 6 horas/dia.

O pedido de suspensão da liminar foi feito pela Procuradoria-Geral do Estado (PGE), sob o argumento de que o expediente de 6 horas diárias pelos servidores acarretaria “irreparável e gravíssima lesão à ordem administrativa e econômica”. Pesquisa realizada pelo Ibrape no início do ano, mostrou que 93% da população do Estado quer o retorno do expediente de 8h nos órgãos estaduais.

Em seu despacho, o desembargador Pascoal Carmello Leandro enfatiza que a suspensão do Decreto que retomou a jornada normal dos servidores estaduais, de 40 horas semanais, “acarreta grave lesão à ordem administrativa, na medida em que afeta sobremaneira o funcionamento da máquina estatal, que se adequou para possibilitar o atendimento à população em período integral, em observância ao princípio da eficiência”.

Destaca ainda, que a manutenção da liminar que reduzia a jornada de trabalho no serviço público estadual para 6 horas/dia traria abalo à ordem econômica e lesão à economia pública, “pois a redução da jornada de trabalho demandará a necessidade de novas contratações, importando em aumento com despesas de pessoal”.

Estudo feito pelo Governo do Estado apontou que o retorno à jornada de 8 horas no Estado, além de melhorar o atendimento à população, traria economia à administração. A estimativa é de que deixaria de se gastar cerca de R$ 20 milhões por ano, só com os plantões e horas extras pagas com o expediente de 6 horas/dia. Se somados com os custos de contratação de 4 mil servidores, a economia potencial chegaria a pelo menos R$ 130 milhões com salários, todos os anos. A retomada do expediente integral afetou 32,5% dos servidores – cerca de 16 mil.

Além de se preocupar em melhorar a eficiência do serviço prestado à população com o Decreto que retomou a jornada normal de trabalho, a administração estadual adotou todas as medidas para garantir a transição tranquila. Viabilizou a adequação do sistema de transporte coletivo no Parque dos Poderes e atendeu o pedido das lideranças sindicais do funcionalismo, para que a retomada da jornada normal tivesse início em julho, período de férias escolares, para que os trabalhadores pudessem ter tempo de adequar a sua rotina. Inicialmente, a mudança no horário começaria em abril deste ano.

A liminar que trata da jornada de 6 horas diárias havia sido concedida pelo desembargador Ruy Celso Florence no início da semana, atendendo a pedido feito por um grupo de Sindicatos.

Deixe seu Comentário

Leia Também

IMAGEM: ÁGUAS TURISMO BONITO - MS - NOVO DECRETO
Novo Decreto é publicado, veja o que mudou e o que continua valendo desde 1º de junho em Bonito (MS)
Consulta para saber se o CPF foi usado para requerer o Auxílio Emergencial deve ser feita no site da Dataprev - Reprodução FIQUEM ATENTOS
Veja se o seu CPF foi usado e como denunciar a fraude
Governo de MS vai distribuir máscaras para quem não tem condições de comprar CORONAVÍRUS NO MS
Governo de MS vai distribuir máscaras para quem não tem condições de comprar
Vai ter eleição, TSE autoriza convenções partidárias virtuais para eleição deste ano ELEIÇÕES 2020
Vai ter eleição, TSE autoriza convenções partidárias virtuais para eleição deste ano
Lei sancionada pelo governador define 12 de novembro como Dia do Pantanal DIA DO PANTANAL - MS
Lei sancionada pelo governador define 12 de novembro como Dia do Pantanal
A Prefeitura de Chapadão do Sul liberou, no 28 de maio, por meio de decreto municipal CORONAVÍRUS NO MS
MP ingressa com ação e prefeitura desiste de retomar aulas
BOLETIM COVID-19 NO MS CORONAVÍRUS NO MS
EXPLODIU: MS tem recorde com 156 novos casos em 24 horas, confira o boletim
Em mais uma sessão remota, Mesa Diretora apresentou projetos que reconhecem calamidade pública GUIA LOPES E MAIS 03 CIDADES
Guia Lopes e mais 03 municípios podem ter estado de calamidade pública decretado
AUXÍLIO EMERGENCIAL
Caixa LIBERA 2ª parcela do auxílio de R$ 600 em contas dos beneficiários, veja os meses
Confira os ganhadores da Nota MS Premiada GANHADORES DA NOTA MS PREMIADA
Confira ganhadores do 4º sorteio da Nota MS Premiada