Menu
BANNER ANNA
sbado, 6 de junho de 2020
BANNER ANNA
Busca
POLONIO IMÓVEIS
VIROU CASO DE POLÍCIA

Vereador é condenado a prisão após atirar com pistola para abrir garrafa

Vereador é condenado a prisão após atirar com pistola para abrir garrafa

2 Dez 2019 - 18h56Por Mídia Max

O vereador de oposição em Ivinhema, Juliano Barros Donato, conhecido como Juliano Ferro (PR), foi condenado a três anos e seis meses de prisão em regime semiaberto por posse ilegal e disparo de arma de fogo, conforme decisão do juiz Rodrigo Barbosa Sanches, da 1ª Vara daquele município.

Em 2017, ele se envolveu em polêmica no município após gravar suposto oferecimento de mensalinho pelo prefeito Eder Uilson França (PSDB) e disse que entregaria a denúncia ao MPMS (Ministério Público de Mato Grosso do Sul). Já o prefeito o acusou de fazer chantagem.

A condenação à prisão em semiaberto é decorrente de episódio ocorrido em 2015, quando em uma festa entre amigos o vereador teria usado uma pistola para abrir uma garrafa de cerveja. A façanha foi registrada por amigos e compartilhada em vídeos de whatsapp, servindo como prova em inquérito policial.

Segundo a denúncia que motivou as investigações, o vereador possuía pistola .380 pelo menos desde 2009. À Polícia, ele negou que fosse a pessoa que aparecia com arma em imagens compartilhadas no whatsapp.

Mas, em depoimento a esposa confirmou que ele possuía arma de fogo para assegurar a segurança da família, que mora em uma chácara à beira da rodovia. Ela detalhou até que ele a ensinou a manusear a arma, para se proteger quando estivesse sozinha na residência e informou que a pistola havia vindo de outro estado.

Disse ainda que a arma ficava sempre guardada e quando a polícia fez busca e apreensão na residência ele já havia se desfeito. Já em juízo, informou não saber se a arma que o marido havia disparado era de fogo ou de chumbinho. Mas, amigo presente na confraternização teria confirmado à polícia tratar-se de uma pistola.

Diante da denúncia, o juiz entendeu que não havia dúvida sobre a posse de arma de fogo nem sobre quem aparece no vídeo fazendo as seguintes declarações: “Aqui, todo mundo fica falando que abre garrafa aí, é com tiro, com pneu de moto, o diabo. Eu vou mostra por ceis que aqui no Mato Grosso do Sul, na cidade de Ivinhema, nóis abre cerveja é assim, de trezentos e oitenta, vinte e um tiros… Engatilhando…Caraí, já quase corto meu dedo… E é mais ou menos assim ó, nóis ponha o bagulho aqui ó, e mete o dedo….. Ao trem doido! Bebe aí meu companheiro! Esse negócio de arrancar tampinha é prós fraco! Nóis bebe cerveja é com caco de vidro e tudo!”

Pela posse de arma de fogo o vereador foi condenado a um ano e dois meses de detenção e pelo disparo a mais dois anos e quatro meses. Somadas, as penas chegaram a três anos e seis meses, ambas em regime semiaberto.

Conforme o magistrado, devido a maus antecedentes – decorrentes de condenação anterior não especificada – o vereador não recebeu o benefício de substituição das penas privativas de liberdade por restritivas de direitos. Ele ainda pode recorrer da decisão.

A reportagem do site Midiamax, entrou em contato com o vereador e, bastante alterado, ele informou que ainda não foi notificado da decisão.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Agentes do Depen - Imagem Ilustrativa OPORTUNIDADE
Concurso federal com salário de até R$ 6 mil encerra inscrições nesta sexta-feira
CRIME
Adolescente procura polícia após ter fotos íntimas compartilhadas
Prisão
Homem que matou vítima violentamente é preso em cidade de MS
Roubo
Armados com faca, dupla rouba celular de jovem em Dourados
TRÁFICO DE DROGAS
Em operação, polícia apreende quase 900 kg de maconha em fundo falso de caminhão
OPERAÇÃO EM JARDIM
Operação para cumprimento de mandados resulta em duas prisões, em Jardim
ESTUPRO
EM MS: criança de 5 anos é estuprada por vizinho em troca de bolachas
TRÁFICO DE DROGAS
Traficante é flagrado na rodoviária com mochila lotada de drogas
Policial
Mulher dá entrada em hospital com facada no pescoço e criminoso é preso, em MS
TRÁFICO DE DROGAS
Homem flagrado transportando 5,2t de maconha é colocado em liberdade