Menu
quinta, 6 de maio de 2021
Busca
BONITO AGUAS DE BONITO JANEIRO
CASO DE POLÍCIA

Homem é preso suspeito de estuprar 04 sobrinhas em MS

Em janeiro, a menina mais nova relatou o caso aos pais, que procuraram a Depac

3 Mai 2021 - 17h12Por Dourados News

Homem de 20 anos foi encaminhado à PED (Penitenciária Estadual) suspeito pelo crime de estupro de vulnerável contra quatro sobrinhas em Dourados. A prisão dele ocorreu no dia 26 de abril, mas divulgada apenas nesta segunda-feira (3/5) pela DAM (Delegacia de Atendimento à Mulher), quando concluído o Inquérito Policial. 

De acordo com as informações apuradas pelo Dourados News, o rapaz teria cometido os atos contra jovens de 13, 10, sete e cinco anos. 

Em janeiro, a menina mais nova relatou o caso aos pais, que procuraram a Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) para denunciar o abuso. 

A investigação foi encaminhada à DAM e ao saber que o rapaz havia deixado a cidade, a delegada Paula Ribeiro representou pela prisão preventiva dele. 

Após várias tentativas do cumprimento do mandato, o homem se apresentou à polícia no dia 26 na companhia de advogados e não quis se pronunciar. Logo em seguida, acabou encaminhado para a penitenciária. 

Agora, o inquérito será enviado à Justiça com denúncia de estupro de vulnerável e crime descrito no artigo 241-D do ECA (Estatuto da Criança e do Adolescente), nos incisos I e II, que tratam sobre “aliciar, assediar, instigar ou constranger, por qualquer meio de comunicação, criança, com o fim de com ela praticar ato libidinoso”, com agravante de facilitar o acesso da criança a material contendo cena de sexo explícito ou pornografia com o fim de praticar ato libidinoso contra ela e induzi-la a se exibir de forma pornográfica ou sexualmente explícita. 

A pena para o crime varia de 1 a 3 anos de prisão e multa. 

Há tempos

Conforme as investigações, os abusos contra os sobrinhos ocorriam há anos, quando o suspeito ainda era menor de idade. 

De acordo com os relatos apresentados pelas vítimas, ele fazia com que elas assistissem pornografia enquanto passava as mãos nas partes íntimas das crianças, chegando a deixa-las nuas. Em alguns casos, houve a pratica de conjunção carnal. 

Durante a apuração dos fatos, a psicóloga Regina Célia ouviu as vítimas e elaborou laudo que foi juntado a investigação. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

FEMINICÍDIO
FEMINICÍDIO: Mulher é agredida e esfaqueada na nuca pelo marido embriagado
Professor dava aula de beach tênis - Crédito: Reprodução CASO DE POLÍCIA
Professor de associação beneficente é preso por estupro de crianças em MS
Facão usado pelo rapaz para ameaçar moradores e servidores da Emei. (Foto: Paulo Francis) CASO DE POLÍCIA
Após ataque em SC, homem com facão assusta equipe de creche em MS
Tatyane Santinoni, Agepen AÇÕES DO GOVERNO DE MS
Para estruturação dos trabalhos, Agepen recebe mais uma viatura doada pelo Depen
PROTEÇÃO A MULHER
PROTEÇÃO A MULHER: Emenda proíbe que condenados por violência doméstica virem servidores
CUIDADO COM FOGO
Fogo em terreno baldio quase causa tragédia, polícia e bombeiros foram acionados
AÇÃO DA PMA
Homem é multado por desmatar, queimar vegetação e construir casa tudo dentro da área protegida
CONFUSÃO
Homem não paga programa com transexuais e é agredido com extintores
Professora não resistiu aos ferimentos (Foto: MS Todo Dia) TRAGÉDIA NAS ESTRADAS
TRAGÉDIA: Professora morre em acidente na BR-163 a caminho da Capital
Keli Adriane Aniecevski e Mirla Renner morreram uma escola infantil de Saudades (SC), após um ataque à faca nesta terça-feira (4)  Foto: Reprodução/Redes Sociais TERROR NA CRECHE
Com facão, jovem matou 05 em creche, veja quem são as vítimas