Menu
domingo, 25 de outubro de 2020
Busca
ZAP INFORMÁTICA
FOGO NO PANTANAL

Bombeiros de MS e PR resgatam ribeirinhos durante combate a incêndios no Amolar

Bombeiros de MS e PR resgatam ribeirinhos durante combate a incêndios no Amolar

22 Set 2020 - 21h24Por Sílvio de Andrade, SUBCOM

Bombeiros de Mato Grosso do Sul e do Paraná resgataram sete ribeirinhos que vivem na região da Serra do Amolar, Pantanal ao Norte de Corumbá, durante combate a um grande incêndio florestal que ocorre na região desde segunda-feira (21). O forte vento deslocou o fogo em direção à comunidade ribeirinha da Serra Negra, situada ao lado da reserva Novos Dourados, e a pronta ação dos bombeiros conseguiu retirar as pessoas, algumas idosas.

A região do Amolar, situada na divisa com Mato Grosso, concentra atualmente os focos de calor em Mato Grosso do Sul. Os incêndios ocorrem nas margens do Rio Paraguai, entre a serra e a comunidade da Barra do São Lourenço, situada no limite com o Parque Nacional do Pantanal. Os bombeiros – seis do Paraná e de Mato Grosso do Sul - percorreram de barco mais de 200 quilômetros, a partir de Corumbá, para chegar à área atingida pelo fogo.

A operação, iniciada na tarde de segunda-feira (21), é coordenada pelo tenente paranaense Pedro Rocha de Faria. Ele informou que a situação estava sem controle: “o fogo avançou sobre as casas, com o vento forte espalhando fagulhas e contribuindo para que as chamas cruzassem o rio, apesar de sua largura”. Na noite de segunda-feira, o risco de atingir as casas foi eliminado com trabalho de aceiro e resfriamento da área com uso de motobombas.

Incêndios na região do Amolar, de origem ainda desconhecida, se concentram nas margens do Rio Paraguai

Combate terá reforço

Segundo relatos do tenente, foram resgatadas sete pessoas de três casas, durante a noite, e levadas para a escola municipal que funciona na comunidade da Barra do São Lourenço, rio acima. “Algumas as pessoas não queriam sair de suas casas, mas o risco iminente de o fogo atingir as casas as obrigou a procurar abrigo, retornando depois que conseguimos debelaras chamas”, explicou. “O vento muda constantemente a direção do fogo.”

A tenente paranaense Luisiana Guimarães segue amanhã para a região com mais uma equipe de sete bombeiros para reforçar o combate aos incêndios, que continuam se propagando na região. Os bombeiros que se encontram no Amolar estiveram na frente do fogo nesta terça-feira, quando resgataram uma senhora e seu filho que vivem na beira do Rio Paraguai. A viagem de barco de Corumbá à região dura cerca de seis horas devido a sinuosidade do rio.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Vítima foi socorria às pessas pelos Bombeiros - Crédito: Osvaldo Duarte/Dourados News TENTATIVA DE ASSASSINATO
Homem é socorrido às pressas após levar golpes de facão na cabeça em MS
TRAGÉDIA NAS ESTRADAS
Empresário dono de rede de lojas é uma das vítimas de acidente que deixou 03 mortos em MS
BONITO - MS - POLÍCIA
Ladrão arromba porta em pet shop e furta R$ 400 em Bonito (MS)
Investigação
EM BONITO: Homem supostamente abusa de enteada e ameaça mulher grávida com facão
Confusão no balneário
Briga por caixa térmica termina com pancadaria no balneário municipal de Bonito
Policial
Polícia Civil identifica e autua em flagrante suspeito de maus tratos a cachorro em pesqueiro
LESÃO CORPORAL DOLOSA
Jovem embriagado é preso por tentar enforcar idosa de 90 anos
TRÁFICO DE DROGAS
Cocaína avaliada em mais de R$ 5 milhões é apreendida em MS
cárcere privado
Após denúncia, idoso é resgatado de cárcere privado em MS
MEIO AMBIENTE
Pescador é preso por capturar peixes abaixo da medida permitida por lei