Menu
domingo, 25 de julho de 2021
Busca
BONITO AGUAS DE BONITO JUNHO

Revalida 2013: São Paulo e Campo Grande lideram primeira fase em número de candidatos

27 Ago 2013 - 11h00Por MEC

São Paulo e Campo Grande foram as capitais com maior quantidade de candidatos inscritos para o Exame Nacional de Revalidação de Diplomas Médicos Expedidos por Instituições de Educação Superior Estrangeiras (Revalida) de 2013. Em São Paulo, 424 candidatos fizeram as provas da primeira fase neste domingo, 25. Em Campo Grande, 263 médicos se apresentaram.

A terceira capital em número de inscritos foi o Rio de Janeiro, com 196 candidatos. Também sediaram a primeira etapa do exame Brasília, Rio Branco, Manaus, Salvador, Fortaleza, Curitiba e Porto Alegre.

O índice de ausentes chegou a 10,71%, de acordo com levantamento do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). Dos 1.772 médicos com diploma obtido no exterior inscritos para o exame, 190 não compareceram aos locais de prova.

A primeira fase foi composta de 110 questões de múltipla escolha e por cinco discursivas. Na segunda etapa serão avaliadas as habilidades clínicas — os participantes simulam situações reais de atendimento médico.

Para esta edição, o Revalida tem a adesão de 37 universidades públicas.

Crescimento – O número de candidatos cresce a cada edição do exame. Em relação à última edição houve um acréscimo de 100,45% no número de candidatos. Em 2012 foram 884 candidatos inscritos, número também superior ao de 2011: 677 médicos com diploma estrangeiro.

Com um crescimento de participação superior a 62% em relação ao ano passado, os brasileiros representam 52,88% dos 1.772 inscritos nesta edição do exame. Além dos 937 brasileiros, outros dois países latino-americanos encabeçam a lista de localidades com mais inscritos. Bolívia, com 467 médicos, e Peru, com 110, são o segundo e terceiro países com mais candidatos.

Na origem dos diplomas também se destacam países da América Latina. Bolívia, Cuba e Paraguai, com 990, 230 e 120 participantes diplomados, respectivamente, representam 75% das inscrições no Revalida 2013. Também houve um aumento expressivo na origem de diplomas da Bolívia: crescimento de 141% em relação a 2012. O maior aumento, no entanto, foi de diplomas peruanos, com152%.

Revalidação – O Exame Nacional de Revalidação de Diplomas Médicos expedidos por Instituições de Educação Superior Estrangeiras foi criado em 2011 como uma alternativa para os processos de revalidação de diplomas realizados individualmente. O Revalida respeita a autonomia das universidades. As instituições públicas de ensino superior que oferecem o curso de medicina e não aderiram ao Revalida também podem revalidar os diplomas.

O exame é orientado pela Matriz de Correspondência Curricular para Fins de Revalidação de Diplomas de Médico Expedidos por Universidades Estrangeiras. Na matriz foram definidos os conteúdos, as competências e habilidades das cinco grandes áreas de exercício profissional: cirurgia, medicina de família e comunidade, pediatria, ginecologia-obstetrícia e clínica médica.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Foto: Mycchel Legnaghi - São Joaquim online FRIO INTENSO
Maior frio do ano? Temperaturas negativas, geada e até neve!
FOTO: NOTÍCIAS E CONCURSOS BOLSA FAMÍLIA 2021
Novo Bolsa Família de R$ 300 pode ser financiado; veja como
MACONHA BOI MACONHA
BOI MACONHA: Mais de 02 toneladas de maconha é apreendido em caminhão boiadeiro
HEMOSUL HEMOSUL
VAMOS DOAR: Hemosul Coordenador abre neste sábado das 7h às 17h para repor estoques de sangue
FRIO FRIO INTENSO
Frio chega com força e pode ser o mais intenso do século no Brasil
PANTERA EM AÇÃO BONITO - MS - VEREADO EM AÇÃO
Pantera destaca o atendimento ao pequeno produtor durante visita ao departamento em Bonito (MS)
BONITO - MS - A RETOMADA
Depois de um ano de desafios e restrições, turismo já dá sinais de retomada em Bonito (MS)
BONITO - PMA BONITO - NOVA SEDE PMA
PMA ganha terreno de 4.000 m² e terá nova Sede ampla com 630 metros quadrados em Bonito (MS)
VACINA CORONAVÍRUS EM MS
ALERTA: Não é momento de descuidar, taxa de contágio tem leve aumento em MS
CASO DE POLÍCIA
Ladrão causa curto-circuito ao furtar fios de um poste de energia em MS