Menu
domingo, 25 de julho de 2021
Busca
BONITO AGUAS DE BONITO JUNHO
MÁFIA DO CÂNCER EM MS

Relatório confirma tratamento a sete mortos e doses menores de remédio

Pagamento por tratamento a pacientes mortos, doses menores de medicamentos e desvio de R$ 150 mil

8 Jul 2013 - 08h15Por Campo Grande News

Pagamento por tratamento a pacientes mortos, doses menores de medicamentos e desvio de R$ 150 mil. As irregularidades foram detectadas pela força-tarefa do Ministério da Saúde que durante 30 dias fez levantamento no setor de oncologia de quatro hospitais de Campo Grande.

Conforme o ministro da Saúde, Alexandre Padilha, em entrevista à TV Morena, o resultado aponta para um esquema crimonoso. “Evidência de que existia uma Máfia do Câncer em Campo Grande, que ganhava dinheiro, inclusive, ao prescrever medicamentos”, afirma.

Os técnicos identificaram prolongamento da quimioterapia em pacientes terminais no Hospital do Câncer Alfredo Abrão e Santa Casa de Campo Grande.

Além de sete pagamentos por pacientes já mortos – seis no Hospital do Câncer e um na Santa Casa - e repasse de doses menores de remédios aos pacientes. As informações serão repassadas à Polícia Federal e a compra dos medicamentos será rastreada. O Hospital do Câncer terá que devolver R$ 57 mil e a Santa Casa, R$ 94 mil.

Foram alvos dos auditores o Hospital do Câncer, Santa Casa, Hospital Regional Rosa Pedrossian e Hospital Universitário. Foram analisados 250 prontuários.

O ministro Alexandre Padilha veio a Campo Grande após o escândalo da Máfia do Câncer, revelado em 18 de março, ter sido exibido pelo Fantástico no começo de maio.

Conforme as investigações da operação Sangue Frio, o serviço de radioterapia do Hospital Universitário foi desmontado propositalmente pelo ex-diretor José Carlos Dorsa para beneficiar o Hospital do Câncer e clínica particular do médico Adalberto Abrão Siufi, então diretor-geral da unidade e ex-diretor do setor de oncologia do hospital da UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul). Os dois médicos negam a acusação.

Recomendações – O Ministério da Saúde recomenda que a Sesau (Secretaria Municipal de Saúde) não envie novos pacientes até a contratação de um oncologista clínico, estabelecimento de prontuário único para os pacientes em tratamento e que cada um dos serviços tenha um autorizador do município ou do Estado.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Foto: Mycchel Legnaghi - São Joaquim online FRIO INTENSO
Maior frio do ano? Temperaturas negativas, geada e até neve!
FOTO: NOTÍCIAS E CONCURSOS BOLSA FAMÍLIA 2021
Novo Bolsa Família de R$ 300 pode ser financiado; veja como
MACONHA BOI MACONHA
BOI MACONHA: Mais de 02 toneladas de maconha é apreendido em caminhão boiadeiro
HEMOSUL HEMOSUL
VAMOS DOAR: Hemosul Coordenador abre neste sábado das 7h às 17h para repor estoques de sangue
FRIO FRIO INTENSO
Frio chega com força e pode ser o mais intenso do século no Brasil
PANTERA EM AÇÃO BONITO - MS - VEREADO EM AÇÃO
Pantera destaca o atendimento ao pequeno produtor durante visita ao departamento em Bonito (MS)
BONITO - MS - A RETOMADA
Depois de um ano de desafios e restrições, turismo já dá sinais de retomada em Bonito (MS)
BONITO - PMA BONITO - NOVA SEDE PMA
PMA ganha terreno de 4.000 m² e terá nova Sede ampla com 630 metros quadrados em Bonito (MS)
VACINA CORONAVÍRUS EM MS
ALERTA: Não é momento de descuidar, taxa de contágio tem leve aumento em MS
CASO DE POLÍCIA
Ladrão causa curto-circuito ao furtar fios de um poste de energia em MS