Menu
quinta, 15 de abril de 2021
Busca
BONITO AGUAS DE BONITO JANEIRO

Quase 7 milhões de brasileiros estudam via internet

10 Mai 2011 - 16h31Por Midiamax

Um estudo do Ipea (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada) divulgado nesta terça-feira (10) revela que 11% dos internautas brasileiros já fizeram cursos online.

De acordo com a pesquisa, dos 63 milhões de usuários de internet que existem no Brasil, conforme mostrou o censo realizado pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) em 2009, aproximadamente 6,9 milhões estudam ou já estudaram à distância pela web.

O levantamento aponta o perfil do brasileiro que faz cursos online. Em sua maioria, eles são homens com formação universitária e com renda mensal acima da média.

Isso quer dizer que dos 7 milhões de brasileiros que já estudaram pela internet, 22% têm ensino superior e 21% são da classe A. Além disso, 12% do total são homens, enquanto as mulheres representam 10%.

Quando a questão é faixa etária, o estudo aponta que não há grandes diferenças entre as idades dos usuários que estudam pela internet. Pessoas que têm entre 25 e 34 anos estão na ponta da tabela. Elas representam 16%. No entanto, o número de alunos é bem distribuído entre todos os brasileiros que estão na faixa de 16 a 44 anos.

A região Sudeste do país concentra 12% dos alunos de cursos online. Mas, também neste aspecto, os números são bem parecidos. Centro-Oeste e Norte possuem índices bem próximos do primeiro colocado, com 11% e 10% respectivamente. A surpresa fica para a região Sul do Brasil, que tem apenas 9%. Procura

A educação a distância tem conquistado mais adeptos com o desenvolvimento da tecnologia. A comunicação em tempo real permite contato com o conhecimento, com professores e colegas por meio de salas virtuais, sem precisar sair de casa.

Em outros países já é possível encontrar instituições de ensino que trabalham exclusivamente com a educação a distância. Mas, no Brasil, as escolas e universidades que trabalham com este tipo de educação ainda mantêm cursos presenciais.

Mesmo assim, o número de cursos não presenciais cresceu quase 20 vezes entre 2002 e 2009, saltando de 46 graduações abertas para 844 no mesmo intervalo, segundo um levantamento recente do MEC (Ministério da Educação).

Em porcentagem, o "boom" representa 1.834% de crescimento em sete anos. A procura dos estudantes pelo modelo de ensino também cresceu muito em sete anos - subiu de 40,7 mil matrículas, em 2002, para 838,1 mil em 2009, um aumento de 2.059%.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Morador (de camisa vermelha) e bombeiros tentam conter o suspeito (Foto: Henrique Kawaminami) - CREDITO: CAMPO GRANDE NEWS DEU RUIM - DEU POLÍCIA
DEU RUIM: Atrapalhado, ladrão invade casa e acaba atacado por enxame de abelhas
Foto: Toninho Souza/Assessoria deputado Renato Câmara AÇÕES DEPUTADO RENATO CÂMARA
Renato Câmara apresenta indicação para reinserção de pessoas com sequelas da Covid-19
BONITO - MS - PROTEÇÃO CONTRA COVID
SAS faz distribuição de máscaras de proteção e álcool em gel para famílias do SCFV em Bonito
BONITO - MS - "FLUTUA QUE PASSA"
Com balneários 100% abertos para flutuação e mergulho, veja como reservar em Bonito (MS)
AÇÃO DA PMA
Após denúncia que o rio da Prata estava ficando com turbidez na água, pecuarista é multado
Imagem Ilustrativa - Crédito: André de Abreu ACIDENTE FATAL
Mulher sem capacete cai da garupa de moto e morre em MS
BONITO E MAIS 44 CIDADES
BONITO e mais 46 cidades continuam na bandeira VERMELHA, veja o mapa e o TOQUE DE RECOLHER
BONITO - MS - CARTÃO SINCARD
Prefeitura convoca os servidores para receberem cartão Sincard em Bonito (MS)
MAIS VACINAS CHEGANDO
Mato Grosso do Sul recebe 13º lote com 77,9 mil doses da vacina contra Covid-19
LUTO BONITO BONITO - MS - LUTO
Em dia de 65 mortes em MS, mais 01 óbito é registrado nas últimas 24h, veja o boletim em Bonito (MS)