Menu
segunda, 25 de janeiro de 2021
Busca
BONITO AGUAS DE BONITO JANEIRO

Projeto incentiva fabricação artesanal de instrumentos musicais

25 Mar 2011 - 12h18Por Agência Câmara de Notícias

Tramita na Câmara dos Deputados, em Brasília, o Projeto de Lei 7973/10, da deputada licenciada Maria do Rosário (PT-RS), que isenta artesãos, luthiers, microempresas e empresas de pequeno porte do pagamento do Imposto de Importação e das contribuições sociais para o Pis/Pasep e Cofins incidentes sobre matérias-primas e ferramentas usadas na fabricação artesanal de instrumentos musicais e de seus acessórios.

Luthier é o profissional especializado na construção e no reparo de instrumentos de corda com caixa de ressonância, como violinos, violas e violoncelos.

Segundo o projeto, a isenção só será concedida às matérias-primas e ferramentas fadquiridas por cidadãos residentes e domiciliados no Brasil e por microempresas e empresas de pequeno porte constituídas sob as leis brasileiras e com sede no País. O projeto altera a Lei 10.865/04.

Estímulo à produção

Maria do Rosário explica que o objetivo da proposta é estimular a produção de bens de valor cultural. "A música brasileira e o talento de nossos artistas são reconhecidos internacionalmente, tanto nos seus gêneros populares - samba, MPB - como no erudito. Porém, o mesmo não ocorre com os instrumentos musicais nacionais", afirma a autora. Ela lembra que diversos artistas brasileiros utilizam instrumentos musicais importados pela qualidade ou pela relação custo/benefício.

Com as isenções das contribuições sociais, segundo Maria do Rosário, o talento brasileiro para fabricação de instrumentos musicais também será valorizado. Ela afirma que a medida vai facilitar a aquisição de instrumentos musicais de qualidade, já que o custo de produção será reduzido. Outra consequência positiva, segundo ela, será o estímulo ao surgimento de novos artistas.

Em relação à isenção do imposto de importação, o objetivo principal é reduzir o desequilíbrio na concorrência com o produtor estrangeiro, principalmente o chinês. "Alguns instrumentos necessitam de madeiras disponíveis apenas em regiões frias, o que torna obrigatória a importação de matéria-prima. O mesmo ocorre com algumas das ferramentas", diz Maria do Rosário.

Deixe seu Comentário

Leia Também

BONITO - VACINAÇÃO CONTRA COVID-19
Saúde municipal faz esclarecimento referente à vacinação contra a COVID-19 em Bonito (MS)
Os kits foram entregues na tarde desta segunda-feira. Foto: Marlan Pinheiro BONITO - MS - ASSISTÊNCIA NO DISTRITO
ÁGUAS DO MIRANDA: Famílias afetadas pelas enchentes agradecem prefeitura por kits recebidos
BONITO - MS - ZONA RURAL
BONITO: Prefeito e secretário vistoriam estrutura da ponte sobre o Rio do Peixe e estradas da região
FATALIDADE EM FAZENDA
EM MS: Gado morre eletrocutado após queda de rede elétrica em fazenda
BONITO - MS - SESC - OPORTUNIDADES
Sesc Bonito tem vagas para cozinheiro e recepcionista, confira os editais e salários
VACINÔMETRO EM FASE DE TESTES
"Vacinômetro": SES lança nova ferramenta de enfrentamento à Covid nesta semana em MS
BORA PRA BONITO - MS
Bonito (MS) ganhou mais um atrativo digno de entrar no roteiro das suas férias, CONFIRA
BONITO - MS - COMBATE AO CORONAVÍRUS
Ações de enfrentamento ao coronavírus serão realizadas nesta semana em Bonito (MS)
VACINA CONTRA COVID-19
Governo de MS distribui 2º lote da vacina contra COVID, veja quantas doses cada município recebeu
MIRANDA - FAMÍLIAS EM ALERTA
População de Miranda recebe alerta da Defesa Civil que rio Miranda atingiu cota de emergência