Menu
domingo, 25 de outubro de 2020
Busca
ZAP INFORMÁTICA

Presidente Obama mostra certidão de nascimento para provar que é americano

27 Abr 2011 - 17h47Por Folha.com

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, fez um incomum pronunciamento à imprensa nesta quarta-feira e afirmou que não há tempo a perder com a polêmica sobre sua certidão de nascimento e os boatos de que teria nascido no Quênia e não no Havaí.

"Eu sei que este assunto não será esquecido", admitiu Obama. "Mas não temos tempo para esta bobagem. Temos coisas mais importantes para fazer. [Eu] tenho coisas mais importantes para fazer".

Pouco antes, a Casa Branca divulgou a versão integral da certidão de nascimento do presidente. A medida foi uma estratégia para acabar com os boatos de que o democrata não é americano e, portanto, não poderia ser eleito para cargos políticos nos Estados Unidos.

Obama já havia apresentado uma versão padrão mais curta da sua certidão de nascimento, reconhecida em seu Estado natal, o Havaí, e usada comumente lá como documento. A versão curta foi postada na internet pela equipe de Obama durante a campanha presidencial de 2007-2008, depois que seus adversários colocaram em dúvida o fato de o então candidato não ser americano.

A versão mais longa comprova que Obama efetivamente nasceu em Honolulu, no Havaí, às 19h24 de 4 de agosto de 1961.

"Este assunto ocorre há dois anos e meio. Eu confesso que assisti com divertimento e fiquei confuso", disse o democrata, explicando que decidiu vir à público comentar quando viu que, há duas semanas, quando debatia o novo Orçamento com os republicanos e cuja aprovação impediria a paralisação do Estado, "a história dominante na mídia era sobre minha certidão".

"Normalmente eu não comentaria sobre isso, eu tenho outras coisas para fazer", admitiu o presidente, em um pronunciamento dos mais inusitados da história do país.

Obama aproveitou para pedir um esforço bipartidário de congressistas republicanos e democratas para os temas mais importantes, como desemprego, alta dos combustíveis e o deficit.

"Isso vai gerar debates grandes e sérios, debates importantes. Haverá discordâncias, mas isso é bom, é como a democracia funciona", disse o presidente.

"Acredito que democratas e republicanos podem se unir e resolver os problemas, mas não poderemos fazer se estivermos distraídos, se estivermos perdendo tempo vilanizando uns aos outros", completou Obama, em um aparente recado ao empresário, apresentados e candidato presidencial para 2012 Donald Trump, que realimentou a polêmica recentemente ao questionar porque Obama não divulgava a versão integral de sua certidão.

Deixe seu Comentário

Leia Também

BONITO - MS - BOLETIM COVID-19
BOLETIM: Novos casos de coronavírus são confirmados nas últimas 24h em Bonito (MS)
BONITO - MS - POLÍCIA
Ladrão arromba porta em pet shop e furta R$ 400 em Bonito (MS)
DOURADOS - MORTE POR COVID
Mulher morre por Covid após passar menos de um dia internada em Dourados
COVID-19
Bonito registra mais 9 novos casos de covid-19
Investigação
EM BONITO: Homem supostamente abusa de enteada e ameaça mulher grávida com facão
Confusão no balneário
Briga por caixa térmica termina com pancadaria no balneário municipal de Bonito
BONITO - MIRANDA E JARDIM
Processo Seletivo para estagiários com inscrições abertas com vagas para Miranda e Bonito
Policial
Polícia Civil identifica e autua em flagrante suspeito de maus tratos a cachorro em pesqueiro
BONITO 21K COM BIOSSEGURANÇA
Prova Bonito 21K será realizada em dezembro com novos protocolos de biossegurança, inscrições aberta
LESÃO CORPORAL DOLOSA
Jovem embriagado é preso por tentar enforcar idosa de 90 anos