Menu
sexta, 3 de dezembro de 2021
Busca
BONITO ÁGUAS GREEN WEEK
INFRAÇÃO NAS REDES SOCIAIS

Postar infração de trânsito nas redes sociais pode gerar multa de até R$ 30 mil e CNH cassada

19 Out 2021 - 10h37Por Ester Farias / Notícias e Concursos

Recentemente, a Câmara dos Deputados aprovou um Projeto de Lei (PL) que visa autuar condutores que publicarem nas redes sociais situações de cometimento de infrações. Na casa dos deputados o texto recebeu 443 votos a favor contra 14. Agora, o projeto segue em apreciação no Senado Federal.

Suspensão da CNH

O PL visa a suspensão da CNH das pessoas que fizerem a postagem. Desta forma, não será permitido a divulgação de imagens e vídeos cujo mostra as infrações gravíssimas. Veja alguns exemplos: direção sob efeito de álcool, avançar sinal vermelho, pilotar sem capacete, entre outros descumprimentos.

Portanto, aqueles que forem flagrados mediante a este tipo de publicação terão a habilitação cassada, sob penalização de dois anos sem poder conduzir algum veículo. Além disso, o texto condena divulgações ou disseminações que coloquem em risco a integridade física de terceiros.

Ademais, também serão repudiadas as publicações que configuram crime de transição e a divulgação de meios eletrônicos e impressos. A única exceção é para postagens de terceiros cujo objetivo é denunciar o cidadão infrator.

Contudo, o infrator que publicar a ação será punido com multa de natureza gravíssima multiplicada por dez. A medida também será aplicada para pessoa jurídica. O documento ainda inclui nos atos as práticas de rachas ou competições em vias públicas e a ostentação de manobras.

Canais e Redes sociais

Além das redes sociais, o PL também prevê uma punição maior para canais de divulgação e plataformas digitais. Nestas situações, a infração será gravíssima multiplicada por 50, o que vale R$ 14.673,50. O conteúdo deve ser excluído em até 24h após a notificação.

Caso ainda o infrator não considere as regras judiciais, no prazo de um ano, a penalização será dobrada. Desta forma, o valor da multa será de quase R$ 30 mil.

"Pessoas que se utilizando dos seus instrumentos de redes sociais, publicam em redes sociais conhecidas, importantes, rachas, velocidade acima de 200 quilômetros por hora, toda série de trânsito que acabam, às vezes, ocasionando morte, ou, às vezes, colocando em risco a vida das pessoas. Este projeto vem estabelecer normas e punição especificamente para esse quadro", disse o relator, deputado Hugo Leal (PSD-RJ).

Segundo a deputada Christiane de Souza Yared, autora da proposta, as próprias plataformas digitais incentivam tais atos.

"Um único vídeo de centenas de vídeos de um youtuber, tem 19 milhões de visualizações. Para cada 500 mil visualizações, a plataforma paga R$ 22 mil. Esse jovem, só neste único vídeo, conseguiu arrecadar quase R$ 850 mil e, obviamente, comprou um carro mais potente, muito mais potente, e ainda mostra conta bancária, incentivando. São 19 milhões de visualizações em um único vídeo. Ele tem centenas de vídeos e ele incentiva porque o que nós observamos é a conversa depois desses jovens que assistem, que se inspiram e dizem que, um dia, querem ser como aquele youtuber", ressaltou a deputada.

Deixe seu Comentário

Leia Também

BONITO - CURSO CONCLUÍDO
BONITO: Guarda-vidas concluem curso de atualização de técnicas de salvamento e primeiros-socorros
OPORTUNIDADE DE EMPREGO
Edital publicado: concurso do Ibama tem mais de 500 vagas com salários de até R$ 8,5 mil
PLANTÃO CRIME
Adolescente tem cabeça dilacerada com tiros de fuzil em MS
FOTO: DIVULGAÇÃO ALVO DE ATENTADO
Agente de saúde morre durante atentado a tiros
BONITO - AÇÃO DA PMA E GRETAP
VÍDEO: Anta com mais de 200 Kg é regatada após ficar atolada à margem do rio da Prata em Bonito
Foto: Reprodução CASO DE POLÍCIA
Pai flagra 'amigo' estuprando filha de 13 anos e vizinhança dá surra no suspeito em MS
BONITO PARTICIPA
Bonito participa da campanha '16 dias de ativismo' pelo fim da violência contra mulheres
PLANTÃO POLICIAL CASO DE POLÍCIA
Homem é morto com golpes de capacete após atropelar criança
Moto foi partida ao meio com o acidente - (Foto: O Correio News) ACIDENTE FATAL
Moto parte ao meio e piloto morre após invadir pista e atingir picape em MS
FOTO: DIVULGAÇÃO FATALIDADE
Homem morre afogado após pular em rio para fugir de fiscalização