Menu
sexta, 27 de novembro de 2020
Busca
BONITO AGUAS DE BONITO

Organizações criam página na internet para discutir reforma política

30 Mar 2011 - 16h39Por Agência Câmara de Notícias

A Plataforma dos Movimentos Sociais pela Reforma do Sistema Político Brasileiro, que reúne 31 entidades da sociedade civil, lançou nesta quarta-feira na Câmara dos Deputados uma página na internet para divulgar as propostas que pretende submeter ao Congresso Nacional. O endereço é www.reformapolítica.org.br.

As propostas, que devem ficar em consulta pública até o fim de abril, têm vários pontos polêmicos, como a convocação de plebiscitos nacionais ou referendos para:

- decidir sobre o aumento de salários de parlamentares e do presidente da República;

- decidir se o país firma ou não um acordo com o Fundo Monetário Internacional; e

- vetar projetos de lei aprovados pelo Congresso.

Representante da plataforma, José Antonio Moroni, do Instituto de Estudos Socioeconômicos (Inesc), argumenta que a sociedade precisa discutir esses temas: "Há algumas propostas que são polêmicas, mas que a sociedade precisa discutir. São questões centrais para o processo decisório e não podemos mais deixar as coisas como estão".

Sistema eleitoral

Em relação ao sistema eleitoral, a idéia é apoiar a votação em listas preordenadas pelos partidos (listas fechadas), com alternância de gênero. Para o presidente da Comissão Especial da Reforma Política, deputado Almeida Lima (PMDB-SE), talvez seja necessário submeter as mudanças no sistema eleitoral à população.

Ele acredita que uma alternativa seria convocar um plebiscito, durante as eleições municipais de 2012, para que a sociedade decida sobre as mudanças propostas.

Já o deputado Paulo Rubem Santiago (PDT-PE), que participou do lançamento da página, defende a adoção de mecanismos para democratizar os partidos políticos em vez da lista fechada: "O cidadão não quer votar em quem ele não conhece, e certamente rejeitará muito a tese de votar em uma lista pronta feita pelos partidos políticos. Então, nós temos que democratizar a vida partidária, mesmo reconhecendo que os partidos são entidades públicas de direito privado. Temos que assegurar transparência e participação dos filiados na escolha da lista, na contabilidade dos partidos e na cobrança pela execução dos programas partidários".

Entre as propostas do movimento, também estão previstas a renúncia do deputado que se candidatar a prefeito ou a outro cargo no Executivo e a impossibilidade de um parlamentar assumir cargos no Executivo sem perda de mandato.

Deixe seu Comentário

Leia Também

BONITO - MS - PAGODE NA CONTA
Prefeitura deposita salário dos servidores municipais em Bonito (MS)
Saúde
Com 5.783 exames prontos, Secretaria faz apelo para que municípios encerrem casos no sistema
NOTA MS PREMIADA
SERÁ QUE FOI VOCÊ: Mais de R$ 640 mil ainda não foram resgatados do Nota MS Premiada
NOTA MS PREMIADA
CPF NA NOTA?: Nota MS Premiada será sorteada no sábado pelo dezenas da Mega
BONITO - MS - PAGAMENTO
BONITO: Pagamento dos integrantes do programa Fazendo Bonito nesta segunda-feira
PAGAMENTO NA CONTA
Estado deposita R$ 514 milhões em salários nesta sexta-feira (27)
Josenir Moreira da Silva não via os filhos há 23 anos. - Crédito: (O Pantaneiro) NÃO DEU TEMPO
'Ceará' morre na véspera de encontro com os filhos que não via há 23 anos em Miranda
Foto Varandas: O Varandas Restaurantes de Bonito, apresenta o Bolinho pantaneiro BONITO NA DISPUTA
Bonito tem 4 participantes na 14ª Edição do 'Bar em Bar' que já começou, veja como votar
VALORIZAÇÃO
Salários dos mais de 79 mil servidores estaduais será depositado nesta sexta e disponível no sábado
BONITO - MS - NOVO DECRETO
NOVO DECRETO: proibição de bebidas alcoólicas é válida para todos os logradouros públicos em Bonito