Menu
sexta, 7 de maio de 2021
Busca
BONITO AGUAS DE BONITO JANEIRO

No Dia do Aposentado, comemorado ontem, governo é cobrado por não dar aumento real

25 Abr 2011 - 13h46Por Agência Brasil

Os representantes da Confederação Brasileira dos Aposentados e Pensionistas (Cobap) se reunirão na próxima quarta-feira (27) com o ministro da Previdência, Garibaldi Alves Filho, para debater as reivindicações da categoria. A convocação foi feita pelo próprio ministro, no Senado, ao participar da solenidade de comemoração do Dia Nacional dos Aposentados e Penionistas que, este ano, caiu no domingo de Páscoa. A principal reivindicação, encampada por centrais sindicais e parlamentares, é a concessão de aumento real para as aposentadorias.

Garibaldi Alves informou que já conversou com a presidenta Dilma Rousseff sobre as reivindicações das entidades representativas dos inativos. Segundo ele, a presidenta mostrou-se “preocupada com a situação [financeira]” dos beneficiados pelo regime da Previdência Social. “Trago à vocês a convicção de que o melhor caminho a trilhar é o do diálogo”.

Na sessão solene, o secretário-executivo do ministério, Carlos Eduardo Gabas, reafirmou aos aposentados e pensionistas que a Previdência Social “não é uma entidade quebrada, não está falida e não tem o déficit que querem que ela tenha”. Ele ressaltou que, nos oito anos de governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, os técnicos da Previdência se esforçaram “para trazer luz” ao debate.

Gabas informou que o regime previdenciário dos trabalhadores urbanos é superavitário em pouco mais de 14%. Já o déficit registrado na sistema de previdência rural foi concebido para ser coberto com dinheiro público. O secretário-executivo afirmou, ainda, que o pagamento de pelo menos um salário mínimo aos aposentados e pensionistas rurais é uma questão de justiça social.

O presidente da Confederação Brasileira de Aposentados e Pensionistas (Cobap), Warley Gonçalles, destacou que a reivindicação para que os benefícios tenham reajuste real e não apenas a correção da inflação do ano “é uma luta que os aposentados nunca conseguiram vencer”. Em rápido discurso, ele lamentou o veto da presidenta Dilma Rousseff ao reajuste real, em 2011, e cobrou a continuidade das negociações.

“O que o aposentado tem depois que sai do mercado de trabalho? Nada. A Previdência só trabalha para quem está no mercado”, reclamou Gonçalles. Caso o governo Dilma feche as portas às negociações, o presidente da Cobap teme que os idosos dependentes da Previdência Pública fiquem sem aumento real até 2015.

Ele também cobrou dos gestores da Previdência Social um plano de saúde para os aposentados e pensionistas com o objetivo de evitar que os idosos acabem “reféns” dos hospitais do Sistema Único de Saúde (SUS). Warley Gonçalles pediu, ainda, que Dilma Rousseff dê a mesma preferência à criação de centros de convivência para os idosos, da mesma forma que pretende garantir a construção de creches públicas.

Deixe seu Comentário

Leia Também

COVID-19
Covid: Com 70% dos pulmões comprometidos, Cabo Almi é intubado
LUTO NA LINHA DE FRENTE
Médico de 74 anos esta entre os 24 óbitos por coronavírus das últimas 24 horas em MS
Foto: Saul Schramm CORONAVAC CHEGANDO AO MS
Lote de vacinas da Coronavac chegam neste sábado ao MS mas só para aplicação da segunda dose
BONITO - MS - NO RIO GRANDE DO SUL
BONITO em Gramado e Canela no Rio Grande do Sul, 'trocar experiências são fundamentais', diz Josmail
BONITO - MS - VACINAÇÃO CONTRA COVID
ATENÇÃO BONITO: Neste sábado não haverá vacinação no Ginásio de Esportes
BONITO - MS - NOTA DE PESAR
Prefeito emite nota de pesar pelo falecimento do servidor aposentado Thomé Elson Duarte em Bonito
FUNTRAB BORA TRABALHAR
Vagas de pedreiro com salário de R$ 1,5 mil estão na lista da Funtrab da capital nesta sexta-feira
LUTO NA POLÍCIA CIVIL
Morre na Santa Casa delegado que bateu em caminhão ao voltar de operação, PC emite Nota de Pesar
Neblina registrada na quinta-feira em Campo Grande e diversos municípios do Estado PREVISÃO DO TEMPO
Vento frio e ar seco continuam predominando nesta sexta-feira em MS
Local onde fica o fogão a lenha da família. (MS Todo Dia) TRAGÉDIA
TRAGÉDIA: Criança de 3 anos joga gasolina em fogão a lenha e morre queimada em MS